De repente, ao trafegar pela estrada, você observa um homem de pele verde à beira da rodovia, às 3 horas da madrugada. Ou, sem motivo aparente, sempre que dirige pelo mesmo local, anomalias acontecem com o veículo: o para-brisas deixa de funcionar, as portas do carro trancam sozinhas, e até mesmo o bom e velho rádio dá defeito.

Embora os acontecimentos descritos pareçam o roteiro de um filme de terror, moradores da #Austrália, que trafegam pela rodovia Wakehurst Parkway, em Sydney, que abrange a reserva natural Deep Creek, afirmam vivenciar essas situações.

De acordo com o jornal australiano Manly Daily, o lugar, considerado mal-assombrado pelos habitantes do país, foi palco de assassinatos e diversos acidentes fatais.

Publicidade
Publicidade

Segundo a imprensa, os homicídios eram cometidos em Deep Creek. O assunto também repercutiu em jornais de grande repercussão – confira as manchetes.

Apesar dos crimes na região serem lembrados até hoje, como o assassinato de Stephen Dempsey, em que ele foi morto com uma flechada e teve o corpo desmembrado, guardado no freezer do psicopata Richard William Leonard, em 1994, são os aspectos paranormais que continuam a assombrar os frequentadores da rodovia Wakehurst Parkway.

Publicidade

Motoristas afirmam existir dois fantasmas que aparecem com frequência dentro dos veículos. Os espíritos, observados geralmente pelo espelho retrovisor, são uma freira escocesa de idade avançada, que, segundo a lenda, morreu há 50 anos, e uma garota chamada Kelly, morta na década de 1970.

Paranormal afirma ver fantasmas

Mary Loughland, uma médium acostumada a transitar pela ‘estrada assombrada’, ressalta que a menina morta chamada Kelly, costuma aparecer quando ela passa por um determinado local.

“Normalmente a vejo quando atravesso a Igreja C3 em Oxford Falls”, conta ao Manly Daily – imagem na sequência.

Entretanto, parece que o ‘dom’ de ver espíritos passou de mãe para filha.

Publicidade

"Minha filha Ellie costumava dirigir na estrada em seu caminho de volta do trabalho no Chatswood RSL. Ela já viu Kelly e uma mulher mais velha em seu carro, que poderia ser a freira", confidencia a australiana.

Para a ocultista, a garota de vestido branco está desorientada entre o mundo dos vivos e dos mortos. “Eu sinto que Kelly está perdida ou tem uma mensagem para entregar. Ela não é uma presença maligna, mas uma que está traumatizada”, avalia.

Além de assustar as pessoas, Kelly também é uma ‘estrela’ do cinema australiano. Em 2015, a cineasta Bianca Biasi produziu um filme sobre a menina, The Parkway Hauntings.

Bianca jura que a atriz no papel de Kelly teve uma experiência metafísica durante as filmagens. "De repente, a atriz que estava interpretando Kelly ficou realmente muito fria. Ela disse mais tarde que tinha sido como se todo o sangue tivesse escorrido do topo de seu couro cabeludo e ela estivesse congelada no local ", fala ao Manly Daily – foto dos bastidores abaixo.

#Bizarro #Curiosidades