De acordo com o Mail Online e o The Sun, na semana passada o governo do Reino Unido tornou públicos 15 documentos secretos que contém detalhes sobre avistamentos de OVNIs pelo país. Em um destes relatórios, consta que na manhã de cinco de outubro de 1996, militares da RAF (Royal Air Force, ou Força Aérea Real) captaram em vários radares um objeto voador não identificado que ficou visível por sete horas seguidas nas proximidades do estuário Wash, situado em Skegness, costa leste da Inglaterra.

Segundo o documento, a RAF foi "anulada no mais alto nível", já que seus oficiais receberam ordens para simplesmente ignorar a presença do OVNI – que também foi visto por outras testemunhas, as quais relataram ter visualizado um objeto rotatório e estranhas luzes intermitentes nas cores vermelha, azul e branca no céu da localidade.

Publicidade
Publicidade

O dossiê revelou ainda que Michael Portillo, ex-secretário de Defesa britânico, foi duramente questionado por um funcionário do governo sobre a falta de reação dos militares no dia do incidente. O político, cuja identidade foi suprimida do relatório, indagou através de uma carta oficial da Câmara dos Comuns (equivalente à Câmara dos Deputados no Brasil) porque aeronaves de combate não foram prontamente mandadas para interceptar o objeto e, por que um vídeo do acontecimento que foi registrado pela polícia, desapareceu dos arquivos do Ministério da Defesa.

Explicações

O dossiê abordando o incidente em Wash inclui declarações colhidas de testemunhas oculares, entre as quais vários policiais, e aborda argumentações oficiais que tentam fornecer explicações plausíveis sobre qual seria a natureza do OVNI.

Publicidade

Fazendo uma análise, o documento explica que as estranhas luzes foram vistas a partir de três locais diferentes e que os relatos testemunhais indicavam mais ou menos a mesma direção na qual o objeto se encontrava.

Sobre a detecção em radares, foi sugerido que o fenômeno poderia ser, na verdade, um falso sinal provocado pelo pináculo (estrutura cônica) de uma igreja local, conhecido por causar interferências em sistemas de comunicação.

Por fim, o relatório oficial conclui apenas que o OVNI avistado em outubro de 1996 não apresentou ameaças "para a integridade do espaço aéreo do Reino Unido e nenhum veículo aéreo associado foi detectado por radares civis ou militares".

Costumeiramente, os documentos secretos tornados públicos na Grã Bretanha são digitalizados e se tornam acessíveis online através dos chamados National Archives (Arquivos Nacionais). Entretanto, este dossiê ainda não passou pelo processo, mas o endereço http://www.nationalarchives.gov.uk/ufos/ pode ser acessado para a visualização de outros relatórios envolvendo OVNIs naquele país. #Curiosidades #Europa