Um #Incêndio atingiu um prédio residencial de 27 andares, em #londres, na Inglaterra, na madrugada desta quarta feira (14). Cerca de 200 bombeiros e 40 caminhões foram enviados para o local, que fica na região Oeste da cidade. Os bombeiros passaram horas no lugar até finalmente conseguirem controlar as chamas.

Danny Coton, porta-voz da Brigada de Incêndio, confirmou que há vários mortos no local, mas ainda não é possível informar o número de vítimas fatais. Ela disse à imprensa nunca ter visto algo assim em seus 29 anos trabalhando no Corpo de Bombeiros.

Testemunhas disseram terem ouvido gritos vindos de dentro dos apartamentos e visto pessoas se jogarem das janelas de seus apartamentos.

Publicidade
Publicidade

Alguns tentaram escapar improvisando cordas feitas com roupas e lençóis.

Um morador do 7° andar, que conseguiu escapar, relatou que só se deu conta do que estava acontecendo quando acordou com o grito de pessoas desesperadas pedindo para que os moradores que ficaram presos não pulassem. Ele ainda destacou o fato de que o alarme de incêndio não disparou no momento que o prédio estava em chamas.

Hanan Wahabi contou que conseguiu fugir com seu marido e seu filho de 16, e sua filha de 8 anos, mas está preocupada, pois, após o incidente, não conseguiu mais falar com seu irmão e a família dele, que moram no 21° andar.

O local foi isolado e familiares, populares e repórteres que estavam no lugar tiveram que manter distância devido ao grande risco de desmoronamento do prédio. De acordo com a rádio BBC Londres, alguns moradores já haviam relatado preocupação em relação a uma reforma no edifício, que foi originalmente construído em 1974.

Publicidade

Na reforma, foram feitas instalações de um novo revestimento externo e de um sistema de aquecimento central. Em um blog administrado por moradores, é possível ver inúmeras reclamações quanto ao fato de que durante as reformas havia somente uma passagem para entrada e saída de pessoas. Em caso de incêndio, ficariam todos presos, completa o blog.

A coordenação responsável pelo prédio afirmou que as inspeções de segurança estavam regulares. Os moradores que escaparam do prédio estão abrigados em um centro comunitário, onde receberam água e outros mantimentos básicos. A Igreja de São Clemente também está recebendo pessoas que fugiram do local.

Moradores feridos foram retirados do prédio e levados para hospitais da região, a maioria com sinais de intoxicação por fumaça. Há ainda muitas pessoas desaparecidas, segundo o prefeito de Londres, Sadiq Khan. Os bombeiros ainda estão no local a procura de vitimas. #Mundo