Conforme uma reportagem publicada nesta terça-feira (27) pela imprensa britânica, uma mulher foi parar em um hospital para a remoção de um brinquedo sexual que foi introduzido nela pelo parceiro durante uma relação sexual.

A jovem que preferiu ser identificada como Emily Georgia. A inglesa de 20 anos, foi levada ao hospital para retirar o brinquedo sexual de aço inoxidável de dentro dela. Este fato foi registrado na cidade de East Preston, West Sussex, na Inglaterra.

Segundo a jovem, ela e o parceiro ainda tentaram retirar manualmente, mas não tiveram sucesso. Ainda de acordo com a mulher, o parceiro daquela noite teria lhe dito que o objeto sairia naturalmente, mas isso não aconteceu, e ela teve que ir para o hospital.

Publicidade
Publicidade

A jovem relata que ao ser examinada pelos médicos, lhe alertaram que havia um risco de perfurar seu intestino devido a uma ponta afiada e ela tinha que passar por uma cirurgia. Um raio-X mostrou o local exato que o objeto ficou alojado dentro da jovem.

"Estávamos tendo uma noite impertinente em março passado e decidimos usar um brinquedo, que nunca usei um antes. Eu acho que ele ficou muito excitado e acabou empurrando profundamente o objeto. Comecei a entrar em pânico e disse a ele que precisava ir ao hospital. Ele confirmou que deveria sair naturalmente no banheiro, e então se despediu dizendo que sentia muito por ter que ir trabalhar no início da manhã, e ele foi embora. Foi então que o amigo dela, que compartilha a mesma casa, resolveu ajudar e a acompanhou para o Hospital Worthing. Na recepção a jovem, com vergonha, preferiu escrever o que tinha acontecido em um pedaço de papel.

Publicidade

"Eu não gostaria de dizer isso na recepção, então pedi uma caneta e papel. E para minha minha surpresa, a recepcionista disse que isso acontece com muito mais frequência do que se pensa, e disse que tinha ouvido situações piores” disse Emily.

A jovem passou por uma consulta médica, e em seguida por um exame de raio-X. "Esperei por três horas, e comecei a sentir dor. Já estava no meu intestino me incomodando porque era feito de aço inoxidável, sentia algo realmente pesado e desconfortável. Eu entendi que eles poderiam obtê-lo manualmente, mas foi só quando eu vi o raio-X que percebi que não podiam, e que tratava-se de algo perigoso.

"Estava aterrorizada”, acrescentou a jovem. Os médicos relataram para a ela que o objeto não poderia ser retirado via oral, pois, o brinquedo poderia atravessar o intestino, e isso poderia significar pelo menos seis meses com um saco de colostomia.

O brinquedo também tinha uma algema falsa e afiada em sua base, que os médicos advertiram poderia ter perfurado seu intestino.

Publicidade

"Obviamente, quando eles disseram sobre a bolsa de colostomia, eu fiquei arrasada. Tenho apenas 20 anos, e sou um cuidadora, já vi bolsas de colostomia, isto é terrível, eu nunca tive tanto medo. Quando eles falaram sobre o fato de que isso poderia perfurar meu intestino, fiquei devastada por uma noite de diversão poderia ter me matado", disse a jovem. Segundo ela, no dia 29 de março, ela passou por uma cirurgia para a remoção do objeto. Após a retirada, as enfermeiras ofereceram o brinquedo como uma lembrança do incidente, e ela disse que iria guardar. A jovem recebeu alta hospitalar no dia seguinte, e através da sua história, Emily agora quer aumentar a conscientização e alertar que alguém em uma situação semelhante a procurar atendimento médico. #Relacionamento #Notícias #Viral