Publicidade
Publicidade

Neste domingo (18), uma luta acabou chocando o mundo. Nela, estavam dois atletas importantes, como mostra uma matéria sobre o caso assinada pela jornalista Keila Jimenez. A colunista do R7 publicou o caso nesta segunda-feira (19) e anunciou uma tragédia. A luta que foi transmitida ao vivo acabou com a morte de um dos lutadores. De um lado do rinque estava Tim Hague, que representa o Canadá. Do outro lado, estava o seu oponente, identificado como Adam Braidwood. Tim já havia lutado pelo UFC. O atleta cai duramente no chão e não resistiu. Tim faleceu fazendo aquilo que muitos garantem ser apenas um #Esporte.

Após nocaute, atleta acaba não resistindo e falece: discussão sobre violência no esporte volta à tona

A morte do #Lutador canadense acabou sendo confirmada pelas redes sociais.

Publicidade

Uma irmã dele, como mostra a matéria do R7, usou uma página para falar a respeito do assunto. Ela disse que estava muito triste diante de tudo o que aconteceu. Durante o tempo em que chegou a ficar internado, Tim teria ouvido as músicas que mais gostava e também ficou cercado por aqueles que mais o amavam, a sua família. O lamento acabou viralizando e a derrota no rinque não poderia ser pior. Após o nocaute, que acabou em morte, a irmã do atleta disse que irá sentir muita falta do seu parente de sangue.

Isso fez com que muita gente apoiasse a família e questionasse alguma maneira de proteger os atletas. Não é tão incomum assim atletas que acabam falecendo em pleno combate. Com o tempo, regras novas surgiram, mas quedas como as que aconteceram nessa luta são comuns e ainda não conseguem ser evitadas.

Publicidade

Antes de morrer, lutador chegou a ficar inconsciente

Tim Hague tinha mais de dez anos de experiência na luta. Ele começou no MMA em 2016. O atleta tinha 34 anos. Não foi informado se ele era casado ou tinha filhos. O atleta, após levar o soco, acabou caindo e batendo a cabeça no chão ficando inconsciente. O árbitro da disputa tentou acordá-lo, mas ele teria ficado muito tempo inconsciente. Tim chegou a se levantar, mas teve a ajuda de algumas pessoas. Em seguida, ele foi levado a um hospital, onde mais tarde faleceria. Muita gente lamentou a informação sobre o falecimento e usou as redes sociais para falar a respeito da despedida do lutador.

Para você, esse tipo de prática esportiva deveria ser proibida ou é um esporte comum? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes.