Uma #mãe teve um comportamento monstruoso e poderia passar o resto da sua vida na cadeia. A mulher admitiu as 26 acusações de manter relações sexuais com menores de idade, e de ainda ter filmado tudo, para conseguir material abusivo, que colocou em sites de pedofilia. As vítimas eram seus próprios filhos, e eram os três menores de 14 anos, sendo que o menor ainda não teria cinco anos, sequer. O caso está sendo julgado no tribunal de Newcastle, em Sydney, na Austrália.

Abusos sexuais de crianças

As principais acusações contra esta mulher, que não está sendo identificada legalmente para proteção das crianças, têm a ver com o crime de #Abuso Sexual sobre os três filhos.

Publicidade
Publicidade

O objetivo da mulher seria, não o abuso por algum prazer depravado, mas sim para capturar imagens para efeitos de #Pedofilia. A polícia acredita que a mulher estivesse ganhando dinheiro com esse esquema.

Ela confessou os crimes, assumindo o envolvimento íntimo com uma criança menor de cinco anos, outra menor de 10 e uma menor de 14, com o objetivo de criar material abusivo. Ela se declarou ainda culpada de cinco acusações de incitar um ato indecente em uma pessoa com menos de 16 anos, sabendo que estava sendo filmada para produzir ou divulgar cinco vídeos de material infantil abusivo.

Apanhada após denúncia

Ela foi apanhada no ano passado, após uma caçada internacional para identificar uma criança abusada, que aparecia em um site de pedofilia, de acordo com o jornal Sydney Morning Herald. O vídeo foi investigado pela Interpol, que conseguiu identificar a mulher, através de seu sotaque.

Publicidade

Depois de ser encontrada, ela foi imediatamente detida e está aguardando pelo julgamento, na cadeia. Se desconhece o que aconteceu com seus três filhos, que poderiam estar com alguma pessoa da família ou junto com os serviços de proteção de menores, até porque eles vão precisar de acompanhamento psicológico, após o abuso sexual que sofreram.

O julgamento começou na semana passada e esta mãe compareceu no tribunal, através de vídeo, uma vez que ela não saiu da cadeia. O julgamento vai continuar e a mulher poderia ser condenada a prisão perpétua, de acordo com o jornal Daily Mail.

Predadores flagrados pelos vídeos

Por causa do caso desta mãe, a polícia da NSW emitiu um comunicado, admitindo que estão levando a tribunal "um grande número de pessoas por exploração e abuso infantil". No comunicado, pode-se ler que a missão dos policiais vem sendo facilitada por vídeos como esse que levou a essa denúncia, contra essa mãe. "Enquanto a Internet cria muitas oportunidades para predadores infantis para atingir crianças e se conectar com outros infratores, também apresenta oportunidades para a polícia detectar e direcionar", revelou a polícia da NSW, que estaria desvendando cada vez mais casos de pedofilia.