Atualmente, fatos acontecem tão instantaneamente que surpreendem com tamanha facilidade. Veja esta história que aconteceu nos Estados Unidos. Os adolescentes têm uma peculiaridade, estão em uma idade na qual os ânimos estão exaltados, hormônios à flor da pele, cheios de vontade de novas descobertas, aventuras e muitas curiosidades, o que faz serem facilmente levados pelo momento, sem pensar nas consequências. Quando se tem um adulto que topa as mesmas loucuras dos jovens, eles vão com ainda mais tranquilidade praticar atos inusitados.

Uma jovem professora de matemática americana se envolveu em um episódio inusitado. A moça de 25 anos foi acusada de fazer #sexo com três de seus alunos adolescentes.

Publicidade
Publicidade

O caso ocorreu no estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

A #Professora se chama Erin Elizabeth McAuliffe. Ela é docente da escola Rocky Mount Preparatory. Os alunos cujos com os quais ela manteve relações têm 16 e 17 anos. Perguntados pelas autoridades, os alunos confessaram a ação.

O caso veio à tona quando o setor administrativo da escola recorreu às autoridades para investigar uma conduta estranha e pouco profissional de uma professora.

Erin foi admitida na escola em agosto de 2016. Como o caso repercutiu, foi inevitável sua demissão, realizada pela escola no último mês de maio. Caso a condenação seja confirmada, a professora pode pegar uma pena de 5 anos de prisão.

Para alívio momentâneo de Erin, o crime é afiançável. A professora pagou R$ 60.000,00 e poderá responder o processo em liberdade, enquanto o julgamento não é realizado.

Publicidade

A primeira audiência sobre este caso deve acontecer ainda nesta semana, nos Estados Unidos.

É de se imaginar a reação dos pais e das famílias dos adolescentes com o acontecimento. Embora a idade dos jovens já faça com que tenham atitudes mais conscientes, a conduta da jovem professora é surpreendente. Os pais acreditam que a escola é um ambiente de aprendizado e de crescimento, quando são pegos de surpresa com uma situação embaraçosa.

Este caso pode parecer até mesmo cômico, dependendo do ponto de vista. Mas dependo do público, se torna coisa séria. O caso em si já é um delito. Pois uma professora, que tem a missão de ser extremamente profissional, se envolveu com dois adolescentes, o que caracteriza crime de pedofilia. Mas há casos, inclusive no Brasil em que crianças pequenas, que são vulneráveis, são facilmente molestadas e ficam à disposição da própria sorte, inclusive em suas casas. Além dos assédios, podem ocorrer agressões e traumas psicológicos, que geram consequências até a vida adulta, o que se torna um problema social.