Mais um ato de machismo intrínseco no pensamento da sociedade oi registrado na semana passada na Nigéria. De acordo com relatos de um morador a cidade de Iyana Ejigbo, um jovem expulsou a esposa com quem ele havia se casado recentemente, após o casal sofrer um assaltado em sua residência. Na ocasião, os ladrões queiram muito dinheiro, mas o homem disse que não tinha, pois, ele havia gastado todas suas economias em seu casamento. E por isso os ladrões irritados resolveram estuprar a esposa do homem na sua presença.

Narrando o acontecido, o homem disse que a sua companheira tinha lhe desonrado, segundo ele, no momento em que ela estava sendo estuprada pelos bandidos, ela estava gemendo e mexendo a sua cintura, disse revoltado.

Publicidade
Publicidade

Nervoso com o que viu, ele expulsou a esposa de casa, alegando que ela tinha que gritar por ajuda, não ficar gemendo como se estivesse gostando se ser violentada sexualmente. Mais um caso onde a vítima sofre violência duas vezes. Entenda o caso como tudo aconteceu.

O homem identificado como Baba Eneh, morador da cidade de Iyana Ejigbo, em Lagos, na Nigéria, alegou que sua honra foi ferida, e mandou a própria esposa embora de sua casa, alegando que ela estava gemendo no momento em que ela era estuprada por ladrões na sua frente. De acordo com o ele, isso ocorre no momento em que a casa foi assaltada, por volta das 3 horas da manhã de terça-feira (20), quando vários ladrões fortemente armados entraram, e exigiram dinheiro. Conforme Baba Eneh, ele disse para os ladrões que ele não tinha dinheiro em casa, pois, tinha gastado no seu casamento.

Publicidade

Irritados os ladrões resolveram abusar da sua esposa.

Ainda de acordo com o esposo, durante as agressões sexuais, a esposa estava gemendo em vez de gritar por ajuda. Segundo ele, ela estava gostando de ser abusada pelos ladrões. Após o incidente de assalto, o homem ordenou que ela deixasse a casa, pois, ela o desonrou. Segundo informações, depois de ter mandado a mulher embora, o homem reconsiderou, pois estava com medo que os deuses Owukpa, fizessem alguma coisa de mal contra ele e pediu para a esposa voltar para casa, pois ela tinha que passar por uma limpeza espiritual.

Limpeza espiritual

Uma fonte revelou que a mulher, que veio de Ifikeri, em Itabono Owukpa, deverá passar algum tempo na aldeia para aperfeiçoar a limpeza espiritual. Segundo informações, durante este processo de limpeza espiritual, a mulher não deve ter contato com seu pai e nem apertar a mão de pessoa mais velha da família. Em seguida, ela terá que ir para a aldeia de Ekwu Anya, em Ipole Ugbugbu, durante três dias para orações. Depois tem que ira para a aldeia de Aje'Owukpa, onde a limpeza seria aperfeiçoada pelo chefe dos sacerdotes. #Bizarro #Relacionamentos #Religião