Em 26 de maio, publicamos a intrigante reportagem sobre um emblemático sinal SOS, avistado por um piloto de helicóptero em uma região isolada no estado da Austrália Ocidental. Na ocasião, autoridades exploraram a área à procura dos autores do pedido de socorro. Todavia, não encontraram indícios dos responsáveis pelo episódio.

Porém, neste domingo, 11 de junho, o enigma a respeito do evento foi solucionado. De acordo com divulgação da polícia australiana, Western Australia Police, em sua página no Facebook, o enorme símbolo SOS, feito com pedregulhos, foi produzido por dois amigos, em 2013. O caso também repercutiu no Daily Mail e no The Sun – confira manchetes abaixo.

Publicidade
Publicidade

De acordo com as autoridades, uma pessoa anônima, ao ler sobre o acontecimento, contatou a polícia local de Kalumburu. Ela disse que o sinal foi elaborado por dois amigos, que ficaram presos em Swift Bay, após serem cercados por crocodilos.

Contudo, as circunstâncias envolvendo os dois homens impressionou a polícia. “Novos inquéritos pela polícia de Kalumburu confirmaram que o sinal foi feito em junho de 2013, e sua história é absolutamente incrível”, reportou a Western Australia Police.

Conforme relatou a testemunha anônima, os dois indivíduos navegavam a bordo de um iate.

Publicidade

Entretanto, resolveram usar um bote inflável para explorar o inóspito território de Swift Bay, em busca de água fresca e arte aborígene, pois a localidade é próxima da tribo.

Entretanto, ao se aproximarem da área, o bote encalhou numa pedra e eles acabaram por avistar um crocodilo com 3,5 metros de comprimento, vindo na direção deles.

Assustados, os colegas saíram do barco e procuraram refúgio no topo das rochas, onde foram cercados pelo animal. O crocodilo também destruiu o bote a mordidas.

“Eles ficaram presos com o crocodilo no restante da área. Eles conseguiram subir mais acima das rochas onde permaneceram amontoados a noite toda”, relatou a polícia.

Embora os aventureiros achassem que seriam resgatados em pouco tempo, eles passaram uma semana isolados, encurralados por dois crocodilos. O segundo surgiu nos dias seguintes.

“Depois de alguns dias eles viram que havia um segundo crocodilo. Os dois crocodilos apareceram para estabelecer uma linha entre eles e o barco”, destacou a Western Australia Police, no Facebook.

Publicidade

Nesse período, os indivíduos construíram o enorme sinal SOS em pedras brancas de quartzo. No sétimo dia, foram vistos por um iate que transitava pela baía. Ao serem resgatados, os homens estavam com hipotermia e haviam perdido quantidade significativa de peso, em decorrência da precária alimentação.

Até o momento, o nome dos envolvidos e do denunciante não foram informados pelas autoridades da Austrália – veja o depoimento a seguir.

#mistério #Mídia #Curiosidades