Momento chocante! Uma mulher da Flórida, nos Estados Unidos, permitiu que uma #Cobra mordesse sua filha de um ano para ensinar-lhe uma lição sobre a segurança e a vida selvagem. Leia mais.

Viralizou na internet

Uma mãe da Flórida pode estar enfrentando acusações de abuso infantil depois de publicar um vídeo em que ela parece permitir que seu bebê seja mordido por uma cobra.

Chartelle Geanette St. Laurent, 34, postou as filmagens no Facebook na última sexta-feira. As imagens simplesmente viralizaram na internet.

No vídeo, a mulher grava sua filha, de apenas de um ano de idade, sentada em sua cadeirinha de bebê, enquanto a mãe segura uma caixa contendo uma cobra, na frente dela.

Publicidade
Publicidade

A criança é flagrada tentando pegar o animal, que de repente "dá o bote", fazendo com que ela "explodisse" em lágrimas. A mãe, por sua vez, pode ser ouvida ao fundo dando risada, enquanto o bebê chora e grita de dor.

Veja o vídeo:

Educação 'peculiar'

St Laurent insiste que ela não tem arrependimentos por "apresentar" a garota à cobra, que ela encontrou na entrada de sua casa, localizada em Sebring, na Flórida. Ela disse que é muito importante para a família aprender a lidar com animais selvagens de forma segura, já que a casa fica em um local remoto, rodeado por fauna e flora. Ou seja, a mulher alega que estava apenas tentando 'ambientar' o bebê às situações pelas quais ele poderá se deparar no futuro.

"A cobra já me mordeu e não deixou uma marca, isso aconteceu várias vezes. Então, pensei que era uma boa oportunidade para mostrá-la ao meu bebê sem que ele realmente se machucasse ", disse ela à agência de notícias ABC Action News.

Publicidade

St. Laurent acredita que o fato foi deturpado pelas pessoas. "As pessoas pensam que eu machuquei meu bebê intencionalmente. As pessoas que me conhecem sabem que nunca machucaria meus filhos", disse ela.

Ela acrescentou que os dentes da cobra eram muito pequenos para realmente perfurar a pele da criança, bem como que sua filha estava chorando de choque, sem dor.

Quanto à reação das pessoas, a mãe ainda asseverou que as pessoas simplesmente estão sendo muito "sensíveis" em relação ao fato.

O escritório do xerife do condado de Highlands enviou uma declaração alegando que a mulher será investigada por crueldade infantil.

E você, o que acha dessa forma peculiar de educar os filhos? É a favor ou contra esse tipo de conduta dos pais em relação aos seus filhos, especialmente os #Bebês com pouco ou nenhum discernimento? Deixe a sua opinião. Comente! Ajude-nos a postar mais conteúdo de qualidade. #Polícia