No dia quinze de maio de 2017, um fato inusitado aconteceu na #Flórida, Estados Unidos. Christine Corbitt deu à luz a um bebê gigante de 6 Kg. Os pais da crinaça tiveram que descartar roupas e fraldas por não serem do tamanho do recém-nascido. Além deste caso, esse ano já aconteceram partos semelhantes a esse em outros países.

Christine Corbitt percebeu em sua gravidez que sua barriga estava crescendo mais que o normal em uma gestação de nove meses. Mas o casal só viu o tamanho do bebê, após o nascimento da criança. Ela contou para a equipe de reportagem após o parto cesariana que ouviu risadas e sussurros dos médicos durante a cirurgia.

Publicidade
Publicidade

“Enquanto eu tirava o bebê pensei, ‘Será que não vai acabar?’”, disse o médico do hospital Orange Park.

Quando acabou a cirurgia, os pais Christine e Larry Corbitt souberam que o bebê pesava 6 Kg, o que explicava o enorme tamanho da barriga da mãe.

A pequena bebê gigante recebeu o nome de Carleigh Brooke Corbitt. A mãe, que pensava ter seu parto normal, teve que optar pela cesariana pelo tamanho do bebê e para a segurança dela e da filha.

Os pais não esperavam por um bebê tão grande. “Eu esperava um bebê e veio logo uma criança", disse a mãe. Eles também comentaram que as roupas e fraldas compradas não serviram no bebê.

No começo do ano de 2017, em janeiro, Bryan Junior nasceu com 6,06 Kg de parto normal. A residência de Bryan é na cidade de Melbourne na Austrália. Ele está sendo considerado o maior bebê dos últimos tempos até o momento.

Publicidade

Na época, a mãe de Bryan contou em entrevista que tinha sonhado que nasceria um bebê gigante. E assim aconteceu. "O pequeno grande Bryan veio para alegrar a família", disse os pais de Bryan.

Geralmente, a média de um recém-nascido é em torno de 3.040 Kg a 3,200 Kg.

Muitos médicos optam para que as mamães façam o parto normal por ser mais seguro para a criança e para a gestante. As ginecologistas aconselham a fazer um pré-natal certinho durante toda a gestação, para suas pacientes poderem ter um parto tranquilo e confiante. Tanto para quem opta por um parto normal ou para quem opta para ser uma cesariana.

A diferença de um para o outro é que na hora da cesárea, a mamãe não sente dor alguma durante o parto. Já no parto normal, a mamãe sente a dor na hora. Em alguns casos, o médico tem que fazer um pequeno corte para facilitar a saída da criança. Alguns médicos falam que a recuperação do parto normal é muito mais rápida do que um parto cesariana.

#Grávida #Bebês