Esta é uma daquelas mortes tão improváveis que poderia ser engraçada, se não fosse trágica. A blogueira francesa Rebecca Burger, de 33 anos, é muito conhecida em seu país por ter um um blog sobre o universo fitness. Ela, que sempre comentou sobre a segurança ao praticar exercícios físicos, acabou sendo vítima de um cilindro de chantilly pressurizado, ou sifão de chantilly, muito comum em residências espalhadas pelo mundo.

Segundo noticiou o jornal 'O Globo', a blogueira estava usando um #sifão de chantilly, no sábado (17), quando a parte superior do aparelho explodiu e a feriu gravemente no peito. O acidente acabou sendo mortal.

Publicidade
Publicidade

Segundo sua mãe, a peça superior do equipamento serviu como uma arma letal contra o corpo da filha.

O que mais assusta e estranha a opinião pública é o fato de que esse tipo de equipamento é muito utilizado em residências.

Rebecca Burger atingida pela parte superior do sifão de chantilly

Ainda de acordo com o jornal 'O Globo', o acidente fatal ocorreu na residência da musa fitness, local utilizado como cenário para gravar seus vídeos. Ela morava na Comuna de Mulhouse, ao leste francês. Numa comparação tupiniquim, a moça era uma espécie de Gracyanne Barbosa [VIDEO] ou Juju Salimeni, e utilizava as redes sociais para pregar a vida saudável, com dicas de alimentação e exercícios para emagrecimento.

O dispositivo atingiu seu tórax com tamanha violência que pode ser comparado a um projétil, provocando um ferimento letal.

Publicidade

Ainda conforme relatos, a mulher teria morrido poucos minutos depois de ser atingida.

Instituto Nacional da França já havia alertado para o perigo do dispositivo

Acidentes com esse equipamento já haviam sido relatados anteriormente, inclusive na França. Em 2014, outros acidentes envolvendo o sifão foram registrados em Paris, capital francesa. Segundo a Polícia Civil, os dois casos anteriormente registrados foram considerados acidentes domésticos, causando pequenos ferimentos às vítimas.

Entretanto, o Instituto Nacional de Consumo da França, órgão que além de defender os interesses dos cidadãos, também fiscaliza produtos diversos no mercado francês, já havia enviado um alerta aos consumidores. Segundo estimativa, cerca de 60 milhões de pessoas estavam em risco ao manusear o equipamento da marca Ard'Time.

Sabe-se que diversos dispositivos, principalmente aqueles que possuem a 'cabeça' de plástico, não têm segurança suficiente para aguentar a pressão do gás carbônico e podem se desprender a qualquer momento.

Veja foto do sifão de chantilly que matou a musa fitness:

#Rebecca Burger #Morte