Nos Estados Unidos é muito comum apresentadores esportivos promoverem beijos de casais dentro de estádios em que ocorrem jogos ao vivo. Fazem isso por meio da famosa brincadeira do beijo, que é conhecida como “Kiss Cam”, traduzindo para o português é chamada de “Câmara do Beijo”.

Sabe-se que o intuito é surpreender casais que estão assistindo ao jogo no estádio ou ginásio para que possam se beijar como maneira de descontrair e brincar. A finalidade é promover beijaços e estimular casais a frequentarem #Jogos, mostrando que existe diversão em levar a namorada ou esposa para assistir jogos de basquete ou outro esporte.

Os americanos se divertem com a brincadeira, que já virou tradição no país, ocorrendo sempre nos intervalos de jogos.

Publicidade
Publicidade

Há, inclusive, fãs de jogos que vão não somente para assistir ao jogo, mas também para aparecer na famosa "Câmara do Beijo".

Infelizmente, nem todas as pessoas levam na esportiva e costumam achar inconveniente beijar em público, como, por exemplo, aconteceu em um jogo de basquete nos Estados Unidos. Um rapaz resolve ignorar a namorada, se negando beijá-la na frente das câmeras.

A moça não aprovou a atitude do namorado e resolveu vigar-se dele da pior maneira possível. Assim, beijou um outro rapaz que estava sentado ao lado dela, uma vez que não gostou de ter sido rejeitada em público.

Traições flagradas pela "Câmera do Beijo"

Não é o primeiro caso em que beijos negados por cônjuges resultaram em traições ao vivo. Em outros jogos foi possível verificar que beijos negados levaram mulheres ou homens a beijarem outra pessoa que estava sentada ao lado.

Publicidade

História parecida já aconteceu em um jogo do New York Knicks que ocorreu no Madison Square Garden. Nessa partida, um casal foi flagrado na tela. Quando a moça viu a câmera em direção a eles, ela se animou, mas o rapaz que estava com ela, aparentemente era seu namorado, não deu bola e se negou beijar a jovem. O que a garota fez? Beijou outro rapaz que estava sentada ao lado dela.

Ante o exposto, traições em jogos costumam ser recorrentes quando o parceiro ou a parceira nega-se a beijar o companheiro em jogos ao vivo, pois geralmente quem recebe negativa tende a não gostar de passar por tal constrangimento, sendo esse o principal motivo que favorece a existência de traições em jogos.

Destaca-se que no primeiro caso elencado acima não foi diferente, pois a moça, ao se sentir rejeitada pelo provável namorado, optou por beijar outro homem que estava sentado perto dela. Agiu dessa forma como maneira de diminuir o constrangimento que passou ao vivo.

Felizmente, casos assim não acontecem no Brasil, já que os brasileiros não têm a tradição de beijar cônjuges em jogos, pois não existem câmeras que buscam promover beijaço de casais. #traição #EUA