No último domingo, dia 25 de junho, uma embarcação com cerca de 170 pessoas naufragou em uma represa na Colômbia. De acordo com investigações prévias, o barco estaria superlotado, o que teria partido ao meio parte da embarcação.

O presidente do país Juan Manuel Santos esteve no local e falou com a imprensa. Segundo ele, seis pessoas morreram, três quando já estavam no hospital e outras três foram retiradas de dentro d’água por mergulhadores. Ainda de acordo com ele, 31 pessoas continuam desaparecidas neste momento. Outras fontes revelam que o número de mortos já chega a nove pessoas.

Um vídeo que está circulando na internet mostra o momento do #naufrágio.

Publicidade
Publicidade

O vídeo começa com a embarcação sacudindo fortemente de um lado para o outro e em questão de segundos ela começa a afundar na represa. O navio possuía 4 deques para passageiros. É possível ver o deque inferior lotado de pessoas, quando o barco começa a afundar.

Rapidamente, os barcos, lanchas e jet-skis começam a chegar no local para resgatar as pessoas, nesta parte o vídeo é acelerado. Enquanto as pessoas recebem ajuda, o barco continua a afundar, só que de maneira um pouco mais lenta. Antes da chegada deles, é possível ver passageiros já nadando ao redor do barco.

No final do vídeo é mostrado algumas pessoas que foram resgatadas chegando à margem da represa de barco. É possível ver também a grande multidão que se formou ao redor da represa para ver o acontecido.

Você pode conferir o vídeo na íntegra, logo abaixo.

Publicidade

O naufrágio aconteceu por volta das 14h (hora local), aqui no Brasil, devido ao fuso horário, eram 16h. De acordo com o presidente, o foco atual é identificar os desaparecidos e tentar encontrá-los. Não havia registros nominais dos passageiros da embarcação, o que está dificultando a identificação dos mesmos.

De acordo com o comandante dos bombeiros, as causas do naufrágio podem ter sido desde problemas mecânicos, até correntes aquáticas muito fortes, mas, como visto em vídeos, a embarcação naufragou muito rápido, então existe uma forte possibilidade de ter sido superlotação.

As buscas tiveram de ser interrompidas na noite do domingo, devido às más condições climáticas da região. As buscas devem retornar assim que as condições forem favoráveis.

A represa El Peñol de Guatapé, localizada no nordeste da Colômbia, recebe muitos visitantes aos finais de semana, o que tornou o local um ponto turístico, principalmente em dias quentes. #Desastre #Morte