Depois do jogo "#Baleia Azul", que tinha o intuito de completar etapas até forçar a pessoa a se matar, um novo jogo de #desafio aparece na internet, preocupando novamente a todos os pais. Dessa vez, o público, que é predominantemente jovem, é influenciado a costurar a própria pele, tais como mãos e lábios, chegando até as pálpebras dos olhos. O mais estranho é que o objetivo desse "jogo" seria o de imitar um personagem de anime japonês e ficar popular entre os colegas.

O desafio, que teve origem na China, foi inspirado no desenhos que se chama "Tokyo Ghoul", lançado em 2011 em forma de mangá. Os jovens se inspiram no principal personagem do anime, chamado de "Juuzou Suzuya", que tem os lábios de sua boca costurados, assim como o pescoço e os braços, no intuito de modificar o seu corpo.

Publicidade
Publicidade

Os jovens têm postado suas fotos nas redes sociais e muitas delas têm 'viralizado' pelo mundo. Em um site de relacionamento popular na China, os jovens chegaram a divulgar dicas de como replicar os pontos pelo corpo. Em uma entreviste recente para um site famoso na China, um dos jovens que costurou o próprio corpo disse que os seus amigos foram sua inspiração. " Eu olhei todos os meus amigos fazendo e decidi fazer também para sentir como era e experimentar", confidenciou.

O jovem ainda explicou que todo o processo de se costurar é extremamente fácil. Ele foi identificado como Xiao Qing. "Só precisa ter a coragem de enfiar a agulha na pele e ir costurando como se fosse uma roupa. Tendo o cuidado necessário, você não vai sangrar", disse. Alguns especialistas médicos foram consultados e desaconselharam a prática de costurar a si próprio, pois pode causar uma infecção.

Publicidade

Repercussão nas redes sociais no Brasil

Muitos pais já estão preocupados que esse jogo se torne famoso aqui no Brasil. Nas redes sociais, muitos deles já estão se manifestando contra o "jogo". "Meu filho tem 15 anos está no desafio também, só que o desafio dele é ajudar o pai quando o pai precisa de ajuda no trabalho. O desafio dele é trabalho, isto é falta do que fazer, inventar moda para poder tirar a vida pode, só por Deus." lamentou uma mãe.

"Será que o Conselho Tutelar apoia ou não? Se o pai ou mãe ensina uma profissão honesta para uma criança é preso. E contra isso, alguém vai fazer alguma coisa ou vão deixar assim?" indagou outra.

"O que os pais mandam esses rebeldes fazer, eles não fazem. Trabalhar que é bom não quer, não é mesmo?", concluiu uma terceira mãe.

O fato é que os pais devem estar atentos, pois essa "moda" pode chegar aos poucos no Brasil, igual ao jogo "Baleia Azul".

E você, o que acha disso? Não esqueça de deixar seu comentário abaixo para futuras discussões. #Jogos