Se existe algo que preocupa muitas mulheres é o fato de seu bebê nascer de forma prematura. Para tentar evitar esse tipo de acontecimento, muitas mulheres procuram acompanhamento médico do início da gravidez ao fim. Porém, mesmo com muita cautela, pode acontecer do bebê nascer de forma prematura.

Foi exatamente isso que aconteceu com Austin Douglas. Ele nasceu de forma prematura, com apenas 22 semanas de gestação. Quando nasceu, ele pesava apenas 566 gramas. Os médicos advertiram seus pais que a criança provavelmente não conseguiria sobreviver, já que nasceu com pouquíssimo tempo de gestação.

A pele de Douglas era translúcida, o que tornava seus pequenos órgãos visíveis.

Publicidade
Publicidade

Pulmões e orelhas não tinham se desenvolvido de forma adequada.

Após o seu nascimento, ele passou por grandes problemas como infecções pulmonares, porém, ele sobreviveu e agora já tem 10 semanas de vida. Os pais do pequeno garoto esperam em casa e acreditam em um ‘milagre’ para que o jovem bebê receba alta e possa ir para casa.

O normal é que os bebês nasçam quando completem 40 semanas de gestação. Isso significa que Austin estava um pouco mais da metade do caminho e, por isso, ele não goza do pleno desenvolvimento de todos os órgãos.

A mãe do pequeno garotinho se chama Helen e seu marido se chama Rhys. Embora essa seja uma situação delicada, o casal se mostra animado. Eles acreditam que, muito em breve, a pequena criança poderá ir para casa.

Helen relatou que sentiu dores horríveis no seu estômago e sofreu um forte sangramento dias antes do pequeno nascer.

Publicidade

Ela contou que, ao sentir as dores e passar pelo sangramento, ela tinha certeza de que algo estava errado. Na manhã do dia em que o pequeno Austin nasceu, ela revelou que sentiu um incrível impulso na barriga, como se algo estivesse empurrando o bebê para fora. Imediatamente, ela foi ao hospital procurar por ajuda médica. Ao ser examinada, ficou constatado que nada mais poderia ser feito para impedir que o garoto nascesse devido à dilatação que ela teve.

Helen pediu para que os médicos fizessem de tudo que pudessem para garantir que o garoto sobrevivesse. Ela disse que, desde o primeiro dia de vida, o jovem Austin Douglas luta para continuar vivo.

Os médicos não puderam negar e concordaram que Douglas é realmente um grande lutador. Os médicos se mostram muito satisfeitos com os progressos que estão acompanhando na vida do bebê. Entretanto, eles advertiram que o caminho a ser percorrido até que o bebê se torne saudável é longo.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante e ajuda no diálogo. #bebê milagre #Bebê nasce prematuro