Oficialmente, #Marte é um planeta inóspito, sem vida ou vestígios dela. No entanto, uma bizarra declaração sobre o astro ser habitado por crianças humanas, levadas secretamente a partir da Terra, dita por Robert David Steele, 65 anos, ex-agente da Central de Inteligência Americana (CIA), na quinta-feira (29), durante um famoso programa de rádio ouvido em todo o território dos Estados Unidos, obrigou a Agência Espacial Americana (NASA) a emitir um comunicado sobre o assunto.

Antes de detalhar as polêmicas e inacreditáveis revelações do ex-agente da CIA, uma das organizações mais secretas e obscuras do mundo, é necessário frisar a resposta da NASA.

Publicidade
Publicidade

Conforme salientou o porta-voz da entidade, para o site jornalístico nova-iorquino Daily Beast, não há humanos em Marte. “Existem rovers [jipes-robôs] ativos em Marte. Mas não há humanos”, afirmou.

Contudo, segundo confidenciou Steele ao apresentador Alex Jones, no programa de grande audiência ‘The Alex Jones Show’, há décadas o governo sequestra crianças para serem enviadas a Marte, onde são usadas como escravas. O assunto também foi destaque nos conceituados jornais britânicos Daily Mail e Daily Mirror – veja as manchetes.

Apesar das inimagináveis revelações do ex-agente da CIA, sobre a existência de uma colônia humana no planeta vermelho, nenhum documento, foto ou gravação foram apresentados para corroborar as fantasiosas asseverações.

Publicidade

Todavia, a falta de evidências não impediu Robert David Steele de apresentar um cenário ‘além da imaginação’.

Ele contou que as crianças, na verdade, não são usadas para trabalhar no planeta. Os menores, de acordo com o denunciante, são assassinados e têm o sangue e a medula óssea retirados.

Para obter sangue e medulas ósseas sadias, os indivíduos responsáveis pelas colônias estupram os menores com objetivo de incentivar a adrenalina no corpo das vítimas, substância que, na avaliação do ex-agente, melhora a qualidade do sangue e da medula óssea.

Abaixo, segue o vídeo da entrevista (em inglês).

Afinal, quem é Robert David Steele?

Nascido em 17 de julho de 1952, ele foi criado na Colômbia e em países do Sudeste Asiático. Formado em Ciência Política pela faculdade Muhlenberg (EUA), em 1974 e com mestrado em Relações Internacionais pela Universidade Lehigh (EUA), em 1976, ele atuou no corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos como oficial de inteligência.

Robert David Steele entrou para a CIA em 1979, onde atuou como oficial de operações, identificando alvos terroristas na América Latina e organizando mais de 100 operações clandestinas.

Publicidade

Em 1988, por vontade própria, decidiu abandonar a CIA para aceitar um convite do Corpo de Fuzileiros navais para estabelecer o Centro de Inteligência do Corpo de Marines como funcionário GM-14, onde permaneceu até 1993. Steele também recebeu um certificado profissional em estudos de defesa do Naval War College em 1990.

Advogado afirma ter sido enviado a Marte quando criança

Mesmo que Robert David Steele tenha entrado num tipo de surto psicótico depois de anos trabalhando para a CIA, e começado a imaginar teorias conspiratórias, o advogado norte-americano Andrew Basiago, filho de um ex-agente da CIA, afirma ter ido dezenas de vezes a Marte quando era criança.

Segundo Basiago, a viagem ocorria por meio de teletransporte. O advogado atesta que, além dele, outros menores também fizeram parte do experimento.

Confira abaixo a conferência completa, onde ele relata em detalhes as supostas idas ao planeta vermelho. Depois, assista a um vídeo resumido sobre o assunto, com 5min7 de duração.

#Curiosidades #Viral