Na terça-feira (30), por volta das 15 horas, a população do pequeno vilarejo mexicano de Sainapuchi, situado no estado de Chihuahua, no #México, foi surpreendida por um assustador fenômeno natural, interpretado pela maioria dos supersticiosos habitantes como um sinal do “fim do mundo”. O inusitado tornado, além de assustar os moradores, também fez o município ser destaque em diversos jornais internacionais, devido a estranheza de sua manifestação.

Iniciado como um tubo horizontal em pleno céu, ele percorreu uma longa distância até tocar o solo, onde se manifestou como um tradicional tornado. Confira as manchetes:

De acordo com a imprensa local, o bizarro evento aconteceu próximo a um comércio onde sistemas de irrigação eram vendidos.

Publicidade
Publicidade

Apesar do susto, com diversos populares acreditando se tratar de um fenômeno apocalíptico, o coordenador da Proteção Civil do Estado de Chihuahua, Virgilio Cepeda, explicou o episódio.

Ele disse que a formação do tornado ainda no céu, em forma de tubo horizontal, é conhecida pelo termo alimentador, popularmente chamado pelas pessoas do país de “cobra”. “Este é o começo de um tornado. Se a energia térmica é maior do que a energia fria, se torna um tornado de grandes magnitudes e a chuva não é apresentada”, explicou.

Além disso, Cepeda acrescentou que não houve feridos e avaliou o tempo do tornado em apenas alguns minutos. Contudo, antes do surgimento do emblemático evento atmosférico, o estado de Chihuahua e a própria capital (de mesmo nome) foram atingidas por fortes vendavais e chuvas de granizos, na segunda-feira (29).

Publicidade

Como resultado, danos materiais foram contabilizados em veículos e em estabelecimentos comerciais daquela região. Veja a seguir:

Ainda que a cena do incomum tornado tenha surpreendido o povo mexicano, adepto de variadas crenças e costumes, membros do Meteorologia México fizeram questão de frisar, no Twitter, que a ocorrência não teve nada de sobrenatural.

“Evento meteorológico completamente normal. Nada de revelação ou Haarp, simples dinâmica atmosférica”, acentuou a entidade. Assista ao vídeo abaixo:

Ao que parece, mexicanos terão de se conformar com o avanço da ciência no país e relegar ao folclore popular as velhas lendas de óvnis, bruxas, fantasmas e afins.

Publicidade

Afinal, com o avanço da internet, onde informações científicas podem ser trocadas em questões de segundos entre pesquisadores de todo o mundo, só permanece na ignorância quem almeja refocilar na própria teimosia. #Mídia #Curiosidades