Veja o que uma mulher, heroína da vida real, fez em Junco, Bridgeport, em Connecticut, com o objetivo de salvar uma criança que nem sequer conhecia, de ser atropelada por um carro descontrolado. Leia mais.

Heroína

Este é o momento para contar uma história da vida real, cujos protagonistas, infelizmente, são pessoas de carne e osso, mas que demonstra o verdadeiro poder que uma pessoa realmente diferenciada pode ter no mundo.

Não se está a dizer que se deve sacrificar a vida (já que isso poderia ter ocorrido), especialmente por alguém que você não conhece. Entretanto, quando isso ocorre, especialmente nessas circunstâncias, o fato é realmente digno de virar notícia.

Publicidade
Publicidade

Imagine a grandeza de espírito dessa mulher, identificada como Shanta Jordan.

Por intermédio do vídeo, perceba que pessoas estavam transitando por uma calçada, normalmente, sendo várias delas crianças, que, ao que tudo indica, saíam ou chegavam à escola.

Uma mulher e uma criança acabavam de passar por um prédio adornado por uma parede de pedra. Logo atrás, uma fileira de crianças faz o mesmo trajeto. Contudo, o pior estava para acontecer.

Assista ao vídeo (atenção, cenas fortes):

Desfecho surpreendente

A cena dramática capturada pelo vídeo de vigilância se desenrolou e a mulher, Shanta Jordan, praticamente mergulhou na frente de um carro acelerado para salvar uma criança que ela não conhecia, de um motorista prestes a entrar em um muro de pedra.

A criança e Jordan literalmente voaram no ar com o impacto da batida.

Publicidade

Ambos ficaram deitados no chão, quando algumas pessoas correm para socorrê-los.

A mulher atenuou os ferimentos da criança, um garoto, porque tomou para si a maior parte do impacto da colisão.

O chefe da #Polícia local, A. J Perez, "acredita verdadeiramente", que a criança - que andava a poucos metros de outra mulher e uma criança - teria morrido se a heroína não tivesse tomado quase todo o impacto da batida

"Quero agradecer a esta boa pessoa. Se não fosse por ela eu realmente acredito que teria sido uma fatalidade ", disse Perez.

Ambos surpreendentemente sobreviveram ao incidente e foram levados às pressas ​​para o hospital.

Tanto Jordan quanto a criança passam bem. Ambos foram submetidos a uma cirurgia, que foi necessária para tentar salvar as pernas dos dois.

Um tributo especial em homenagem a Jordan será realizado na Prefeitura da próxima semana.

O motorista - que também foi hospitalizado - foi preso e acusado de condução imprudente de veículo automotor. #heroina #EUA