Um #Incêndio devastador atingiu uma torre residencial na cidade de #londres, Inglaterra, na madrugada desta quarta-feira (14). Mais de 200 bombeiros continuam trabalhando no local. Neste momento já foi descartada a possibilidade do prédio desabar. Testemunhas e moradores contaram os momentos de terror que presenciaram. Há mortos e dezenas de feridos.

De acordo com o portal de notícias online do jornal O Globo, o incêndio consumiu o arranha-céu Grenfell Tower, localizado na Zona Norte de Londres, na madrugada desta quarta-feira. Até o momento, foram confirmadas 12 mortes e 78 feridos, sendo que 18 deles em estado crítico.

Publicidade
Publicidade

A torre residencial foi construída em 1974, em North Kensigton, que fica a aproximadamente 2,7 Km da residência do príncipe Willian e da sua mulher, Kate Middleton.

Desespero e morte

Segundo as informações dos bombeiros e da polícia local, a torre possuía 24 andares com 120 apartamentos. O incêndio foi implacável e atingiu todo o edifício. Dany Cotton, chefe e responsável pela Brigada de Incêndio de Londres, afirmou que em 29 anos de profissão, jamais havia visto um incêndio desta proporção.

Testemunhas relataram momentos de desespero para a imprensa local. Segundo alguns pedestres que estavam próximos ao local, os moradores que conseguiram deixar o prédio estavam em estado de choque.

Samira Lamrani é uma das testemunhas e ela afirmou que viu um bebê sendo jogado pela janela. Ela acredita que tenha sido do décimo andar.

Publicidade

Os moradores estavam em pânico, eles batiam nas janelas e gritavam pedindo por socorro.

Samira afirmou ao jornal londrino "Evening Standard", que uma mulher apareceu na janela e gritou desesperadamente, fazendo gestos de que jogaria o bebê e suplicando para que alguém o pegasse. Foi quando um homem se aproximou o máximo possível do edifício e a mãe jogou o bebê que, por um milagre, foi aparado pelo bom samaritano.

Uma outra testemunha, identificada como Tamar, relatou a BBC de Londres, que os pais em desespero e tentando salvar seus filhos, jogavam as crianças dos apartamentos. Ele descreveu uma cena dramática, onde uma mulher apareceu na janela de um apartamento onde já havia muitas chamas e gritou: 'Salvem minhas crianças, apenas salvem minhas crianças'. Ela teria arremessado os filhos pela janela.

Michael Paramasivan, morador do prédio, disse à BBC Rádio que encontrou com uma moradora do 21º andar na calçada do prédio. Ele disse que a mulher tem 6 filhos e que saiu com todos eles do apartamento, porém, quando chegou no térreo, notou que apenas 4 estavam com ela. Em meio à confusão, ela se perdeu de dois de seus filhos. Michael disse que a mulher estava em pânico e desesperada.

A polícia acredita que o número de mortos ainda possa aumentar, pois há informações desencontradas de quantas pessoas estavam na torre.

Veja o vídeo que mostra o fogo consumindo a torre:

#Tragédia