Um homem atirou e matou o seu vizinho, que tentava afogar suas filhas gêmeas de apenas três meses. Cash Freeman viu esse pai segurando as bebês debaixo de água, e teve um impulso imediato de pegar na arma e disparar contra o homem. Dois tiros causaram ferimentos letais em Leland Fostes, de 27 anos.

O incidente aconteceu na sexta-feira passada (2), em Oklahoma, Estados Unidos da América.

Vizinho foi alertado por uma criança

Cash Freeman estaria longe de imaginar que uma coisa dessas acontecesse na sua vida. O homem estava em casa, quando uma criança de 12 anos o chamou. A garota avisou que Leland Foster estava afogando as #Bebês.

Publicidade
Publicidade

Freeman ficou desesperado, sem saber o que fazer, mas a sua reação foi para tentar salvar as meninas. Ele correu em casa para pegar uma arma e se dirigiu à casa do vizinho. Ao perceber que Foster pretendia mesmo matar as gêmeas, ele disparou duas vezes nas costas do homem.

A polícia confirmou o incidente. Cash Freeman disse à polícia que ele foi para a casa do vizinho, armado com uma arma carregada, e atirou em Foster duas vezes depois de vê-lo segurando as bebês sob a água em uma banheira, enquanto ameaçava a mãe das crianças com uma faca.

A porta voz da cidade, Lisa Bratcher, comentou o incidente a repórteres de Oklahoma, ressaltando que Leland Foster, de Poteau, "morreu por ferimentos de bala", e que as meninas foram levadas para o hospital em condição estável. O homem morreu logo no local, mas as meninas foram resgatadas ainda com vida e estão se recuperando bem.

Publicidade

Não se sabe ainda sobre futuras lesões provocadas pelo tempo de submersão na água.

Atirador está em liberdade

Lisa Bratcher revelou ainda que o vizinho foi interrogado, mas liberado pela polícia. Freeman já prestou seu depoimento, mas vai aguardar pelo final da investigação em liberdade.

Freeman disse à KFOR-TV que sentiu que estava fazendo o certo. Todas as intenções, contudo, vão ser analisadas e investigadas pelo #Tribunal, que vai decidir se Cash Freeman vai ou não enfrentar acusações por homicídio.

Foster já era bem conhecido da polícia e, em 2011, foi acusado por alguns crimes domésticos por tentativa de estrangulamento e de incêndio criminoso. #Crime