A diplomacia é o meio utilizado para evitar conflitos bélicos entre as nações. No ambiente diplomático, existe a consciência de que esses profissionais são o último recurso a ser empregados antes da guerra. Se a diplomacia falhar, o confronto armado é a próxima opção.

Entretanto, como não existe diálogo diplomático entre Estados Unidos e Coreia do Norte, um método pouco ortodoxo foi realizado no Peru, na segunda-feira (12), na tentativa de interromper uma possível guerra nuclear entre os governos de Washington e Pyongyang.

De acordo com informações da agência de notícias internacional EFE e da imprensa global, quatro xamãs peruanos realizaram um inusitado ritual para apaziguar os ânimos entre os dois governantes, em Lima – veja as manchetes.

Publicidade
Publicidade

Autoproclamados ‘'xamãs para a Paz’, o quarteto, que utiliza o misticismo como recurso para evitar uma hipotética Terceira Guerra Mundial, usou folhas, incensos crânios humanos e espadas, na cerimônia.

Publicidade

Na execução do peculiar ato para propagar a paz mundial, os místicos espalharam folhas sobre o retrato do presidente Donald Trump e na foto do ditador Kim Jong-un.

Porém, eles também passaram um crânio humano pintado de vermelho sobre a imagem dos líderes. Os xamãs ainda ingeriram bebida alcoólica e despejaram o líquido diretamente da boca, nas fotos dos dois chefes de estado.

Todavia, apesar de Trump e Kim Jong-un serem o foco principal da cerimônia, imagens do presidente russo Vladimir Putin e do venezuelano Nicolas Maduro, estavam expostas no ritual, gravado pelo grupo midiático Ruptly TV.

Conforme depoimento do paranormal Juan Osco à Ruptly TV, eles estão preocupados com as constantes ameaças de guerra entre o país asiático e a nação mais poderosa do mundo.

"Viemos para fazer um ritual especial para a paz entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte porque eles estão usando todas as melhores armas modernas", comentou o xamã – confira as fotos, vídeo final da matéria.

Juan Osco também detalhou o ritual à agência de notícias EFE, ao explicar a serventia dos objetos empregados na cerimônia.

Publicidade

“Nós colocamos especiarias quentes, incenso, ervas, espíritos e caveiras no altar porque eles pedem paz, para que não haja mais mortes desnecessárias", destacou o paranormal.

Já, as duas espadas usadas no final do rito, chamadas de “a espada do castigo”, servem para “acalmar a raiva” dos chefes de estado.

Embora seja improvável que um cômico evento voltado às inexistentes forças sobrenaturais surta efeito significativo no modo de pensar de Trump e Kim Jong-un, o desesperado ato dos xamãs, preocupados com uma possível guerra nuclear, reflete o temor atual da maioria das pessoas em todo o planeta.

Ao que parece, só nos resta rezar.

#Bizarro #Curiosidades #Viral