Um vídeo em que aparece um homem se afogando em uma lagoa está dividindo opiniões nas redes sociais. O vídeo horrível foi gravado por adolescentes, cinco no total. Mas o que está causando uma grande revolta é que o grupo de jovens filmaram e zombaram de um homem no momento em que ele estava se afogando em Cocoa, na Flórida (EUA), e não fazem nada para socorrer a vítima.

O mais surpreendente de tudo é que as autoridades locais relataram que os jovens não têm nenhuma obrigação de salvar a vítima, eles não cometeram nenhum #Crime. A vítima foi identificada como Jamel Dunn, de 32 anos, que se afogou em uma lagoa de retenção no dia 9 de julho, na cidade de Cocoa, onde o incidente foi gravado pelo grupo de adolescentes, que assistiu e riu de toda situação.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações, o corpo da vítima foi encontrado alguns dias depois. De acordo com a polícia, depois que o corpo de Dunn foi resgatado, um vídeo surgiu em redes sociais que retrataram seus últimos momentos com vida.

O vídeo horrível filmado por um dos adolescentes mostra a luta de Dunn enquanto ele grita por ajuda na água. A polícia disse que os adolescentes disseram a Dunn, que andava com uma bengala, para não entrar nas águas turvas.

Veja o momento do afogamento:

"As crianças estavam no parque naquele dia fumando maconha e, aparentemente, o viu entrar na água. Ele entrou sozinho. Eles o estavam observando ele", disse Yvonne Martinez, porta-voz do Departamento de Polícia do Cocoa. Ninguém chamou o resgate quando o homem começou a se afogar.

"Ele começou a se debater e gritar por ajuda e eles simplesmente riram.

Publicidade

Eles não chamaram a polícia. Eles simplesmente riram o tempo todo. Ele [Dunn] estava gritando para alguém ajudá-lo", disse Martinez.

Quando a vítima desaparece na lagoa, o vídeo mostra que os adolescentes continuam a brincar com a situação. "Oh, ele acabou de morrer", disse adolescente, com o áudio sendo possível ser ouvido na gravação. A frase leva o grupo a dar gargalhadas. A polícia foi notificada sobre o vídeo quando um amigo da família de Dunn, que tinha duas filhas, viu a filmagem em mídias sociais.

Os policiais ouviram os adolescentes, mas não esperam nenhuma punição, mesmo que as ações não tenham "nenhuma justificativa moral". "Embora o incidente retratado na gravação não tenha provas suficientes para apoiar uma ação penal com base na legislação da Flórida, não podemos encontrar justificativa moral para o comportamento das pessoas ouvidas no registro ou a decisão deliberada de não prestar ajuda ao Sr. Dunn", declarou o promotor público Phil Archer, dos condados de Brevard e Seminole.

Apesar do desfecho trágico, os adolescentes não pareciam mostrar nenhum sofrimento, de acordo com a polícia. "Não houve remorso, apenas um sorriso", disse Martinez. Os amigos de Dunn criaram uma página no GoFundMe para arrecadar dinheiro para o funeral. #Investigação Criminal #Casos de polícia