Infelizmente, alguns crimes chocam mais que outros, pois agregam como personagens vítimas pequenas ou frágeis, como as crianças. Por conta do misticismo, uma criança acabou sendo assassinada no continente asiático. A menina, de apenas três anos de idade - ainda uma bebê - acabou sendo morta durante um ritual de magia negra. A garota foi transformada em uma espécie de "boneca vodu" e agulhas gigantes foram colocadas dentro do seu corpo, como mostra uma reportagem do tabloide britânico 'Daily Mail'.

Aos três anos, menina é abusa e morta em ritual: 'Transformaram-na em uma boneca vodu'

A menina até chegou a ser levada para o hospital, onde recebeu tratamento, mas os médicos, infelizmente, não foram capazes de contornar toda a crueldade que a menor sofreu em casa.

Publicidade
Publicidade

Quem deveria cuidar da criança, na verdade, acabou sendo responsável pela crueldade. Acreditava-se que espetando a menina com as agulhas enormes, outra pessoa seria atingida. O caso aconteceu na cidade de Kolkata, em Bengala Ocidental, na Índia.

Patrão da mãe da criança foi o responsável por ritual vodu

Quem realizou o #Crime contra a menina foi o chefe da mãe dela, identificado como Sanatan Thakur. Sanatan nunca escondeu de ninguém que era praticamente de magia negra, mas as pessoas da comunidade não podiam esperar que ele fizesse isso até com crianças.

Bebê estuprado e usado para ritual de magia negra morre na Índia

A garotinha até foi levada para o chamado Bankura Medical College, mas acabou não resistindo. Os médicos demoraram muito para entender tudo o que aconteceu. Ela estava com febre bastante alta e escoriações em todo o corpo.

Publicidade

As informações descobertas acabaram com o dia de trabalho dos profissionais. Aquela pobre garota estava com sete agulhas entranhadas no próprio corpo. Eles, então, associaram o caso, que antes parecia ser uma doença, com a prática da magia negra.

Menina estava com sete enormes agulhas em seu corpo e não resiste à cirurgia após ritual

Os médicos informaram que sabiam que a cirurgia para tentar tirar as agulhas do corpo da criança era complicada, mas que ela também não ficaria bem daquele modo. Exames dos profissionais também confirmaram que a menor de idade tinha diversos ferimentos na região íntima, comprovando o abuso. A menina, infelizmente, não resistiu à cirurgia da retirada das agulhas. Não se sabe se a mãe do bebê sabia que ela era usada como boneca vodu. #Investigação Criminal