Nesta era moderna, é surpreendente como as crenças supersticiosas ainda estão sendo praticadas em certas áreas em todo o mundo. Infelizmente, algumas dessas práticas podem ser prejudiciais, ou pior, oferecer risco de morte para as pessoas. Foi exatamente o que aconteceu com uma pequena menina de apenas 3 anos, que morreu depois de ser usada como uma boneca vodu por alguém que acredita em superstições e magia negra. Como se não bastasse a tamanha crueldade, a garotinha ainda foi vítima de violência sexual pelo feiticeiro [VIDEO].

A garota de três anos, de Kolkata, Bengala Ocidental, encontrou sua morte prematura e trágica depois que o chefe supersticioso de sua mãe a usava como uma boneca vodu.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações do site ‘Índia Today’, a garotinha estava em condições críticas, depois de sofrer várias lesões internas. O destino horrível da criança veio à tona depois que sua mãe a levou para o hospital Bankura Medical College, devido a uma febre alta, no sábado, dia 15 de julho. A partir daí, a menina passou por inúmeros testes para determinar a causa de sua doença. Segundo informações, os médicos revelaram a descoberta de pelo menos sete agulhas dentro do corpo da menina [VIDEO].

Aparentemente, o suspeito inseriu as agulhas em diferentes áreas do corpo da menina, como parte de um ritual vodu. Os médicos disseram: "Há até sete agulhas colocada no corpo da criança. As agulhas não podiam ser retiradas, pois, isso poderia causar mais danos ao corpo dela". Além das agulhas inseridas em seu corpo, os médicos também encontraram sinais de abuso sexual.

Publicidade

Os examinadores médicos descobriram lesões externas, particularmente nas partes íntimas da vítima. Segundo informações divulgadas pela polícia local, o suspeito é o patrão da mãe da menina, identificado como Sanatan Thakur, que é praticante de vodu e magia negra.

Ainda de acordo com a polícia, Sanatan Thakur empregou a mãe da criança como sua ajudante. Ele literalmente usava a menina como uma boneca vodu. Ainda não está claro se a mãe estava ciente do horrível ato, antes da descoberta dos médicos. Os médicos confirmaram que foram capazes de remover as sete agulhas no corpo minúsculo da menina, no dia 18 de julho. Mas, devido à gravidade dos ferimentos [VIDEO], a garotinha não resistiu e acabou morrendo por volta das 3 horas do dia seguinte.

O que você acha desse crime hediondo? Você já ouviu falar de alguém praticando rituais de magia negra? Compartilhe seus pensamentos e opiniões conosco e outros internautas na sessão de comentários abaixo. #investigação #Casos de polícia