Já foram mostradas aqui matérias que ganharam repercussão em todo o mundo. Casos que geraram revolta no Brasil, como, por exemplo, casos em que policiais e guardas municipais usaram da força física para remover vendedores ambulantes no momento em que exerciam seus trabalhos em locais considerados proibidos pelo município.

Para quem pensa que esses casos só acontecem no Brasil, engana-se, pois essa triste realidade existe nos quatro cantos do mundo. Desta vez, um caso ganhou destaque mundial, segundo o site Evening Standard. Nesta quinta-feira (20), uma menina de apenas 5 anos vendia limonada em um festival de música em Londres, na #Inglaterra, quando foi multada em 600 reais pelos agentes do distrito por realizar a venda em local proibido, mesmo sendo próximo à sua residência, em Miles End.

Publicidade
Publicidade

O professor e pai da menina, André Spicer, concedeu entrevista ao canal de televisão BBC e afirmou que não entendeu o porquê, nem mesmo o modo como os agentes realizaram a situação. Eu fiquei admirado. “Eu acreditava que eles iriam simplesmente pedir para que retirássemos a banca e ir embora”, contou André Spicer à reportagem. Ele ainda informou que no momento da abordagem sua filha o agarrou e perguntou se teria feito algo errado para ter sido abordada pelos agentes.

Os agentes não se sensibilizaram, nem ao menos compreenderam, e multaram a menina e seu pai por atividade comercial sem licença. Segundo o pai da menina, a venda não chegou a durar nem mesmo trinta minutos, tinha apenas o objetivo de ser um modo de entreter sua filha e não obter lucro.

O pai da menina ainda concedeu entrevista ao jornal 'Telegraph' e demonstrou sua total insatisfação.

Publicidade

Após a grande repercussão do caso, o porta-voz do distrito Tower Hamlets retirou a multa de 600 reais e ainda pediu sinceras desculpas pelo modo como os agentes conduziram a situação. “Sentimos muito pelo ocorrido. Esperamos que de hoje em diante nossos agentes demonstrem bom senso e sejam sensatos”, disse o porta-voz.

Nas redes sociais, mesmo com a multa sendo retirada, internautas não perdoaram a atitude dos agentes, pois acreditam que pelo fato de envolver uma criança, deveriam ter pensado nas consequências que o ato poderia causar em sua mente. “Essas situações são realmente revoltantes, ainda mais quando vemos pessoas que deveriam estar mais preparadas para situações como essa”, comentou uma internauta no Facebook. #Curiosidades #Casos de polícia