Uma criança ficou com o rosto totalmente #desfigurado quando foi queimada horrivelmente em um #Ataque com ácido. Julie Kumari, de 7 anos, ficou no meio do fogo cruzado durante um ataque em sua casa há quatro anos.

Seu rosto pareceu derreter quando seu próprio pai, Manish, jogou a substância em sua mãe em um ataque de fúria quando ela se casou novamente, deixando Julie com queimaduras no rosto, no braço, no pescoço e no peito. Sua mãe, que ganha aproximadamente R$ 10 por dia, nunca conseguiu ganhar dinheiro suficiente para realizar uma cirurgia.

"Foi devastador vê-la sofrer todos esses anos. Ela sofria quando ia comer, conversar e sorrir.

Publicidade
Publicidade

Tudo era uma luta para ela. E isso me matou por dentro porque eu não podia ajudá-la", disse a mãe de Julie, Rani Devi, de 31 anos.

O ataque

O pai de Julie tentou jogar o ácido em sua ex-esposa e seu novo marido, Heera Lal, mas Julie estava dormindo ao lado do casal e foi atingida. Heera sofreu 60% de queimaduras em seu corpo e mais tarde morreu por uma infecção.

Julie sofreu 40% de queimaduras, afetando a maioria da parte superior do corpo, e Rani teve que vender sua propriedade rural para pagar os honorários hospitalares. Depois de dez dias no hospital, os médicos disseram para sua mãe que ela ficaria marcada para o resto da vida e não havia nada mais que pudessem fazer.

Rani e Julie voltaram para casa sem nada. As feridas de Julie diminuíram, o que melhorou um pouco sua qualidade de vida.

Publicidade

"Ela não podia fazer nada", disse Rani. "Isso partia meu coração, vê-la todos os dias assim. Perdi meu marido, não queria perder minha filha também. Chorava toda noite, vendo minha filha naquela condição. Desesperadamente queria que ela melhorasse. Mas minha condição financeira não me permitia ajudar minha filha", desabafa Rani.

Uma esperança para melhorar sua vida

Há algum tempo, Alok Singh e sua equipe, da Fundação Chhanv, uma instituição de caridade que ajuda os sobreviventes de ataques de ácido, conheceu a situação de Julie e ofereceu-se para ajudá-la a ser internada em um hospital especializado em cirurgias plásticas, sem custos.

Sua primeira cirurgia foi realizada há três meses no hospital Sanjay Gandhi. no Instituto de Ciências Médicas (SGPGI), em Lucknow, onde os médicos fizeram uma cirurgia sobre a pele contraída em torno de seu pescoço para que finalmente pudesse mover a cabeça.

Julie está agora se preparando para mais uma cirurgia no próximo mês no olho esquerdo. Ela também sofrerá uma cirurgia plástica no rosto para corrigir as deformidades.

Rani, que agora está casada novamente, deu à luz um segundo filho, um menino, no mês passado, está muito feliz que sua filha esteja recebendo ajuda. "Estou tão feliz que existem boas pessoas nesta terra. O fato de uma pessoa ter vindo e ajudado minha filha com seu tratamento é simplesmente incrível. Eu nunca vou conseguir agradecer o suficiente", agradece a mãe da garota. #ácido