Muitas histórias de vida poderiam acabar em filme, devido ao final emocionante que elas tem, porém, o que veremos hoje aqui é uma história real. O inglês Mikey Murrel, que tinha 36 anos de idade, acabou estampando as manchetes de todo o mundo por causa de sua #Morte que aconteceu no ano passado.

Ele não era nenhuma celebridade ou algo parecido, mas o jeito que ele veio a falecer sensibilizou muitas pessoas. Em 2010, e se casou com Ashley Murrel, de 33 anos de idade. O #Casal se gostava bastante, mas tinham algumas discussões diárias. Em um dia dessas brigas, de acordo com o site de informações 'R7', da RecordTV, A mulher teve uma desavença com o marido e o expulsou da cama para ele ir dormir no sofá da casa.

Publicidade
Publicidade

O motivo da briga teria sido o excesso de trabalho do marido, de acordo com Ashley, ele só sabia trabalhar e só pensava naquilo.

Viúva conta que discutiu com o esposo porque ele se sentia muito cansado: 'não consegui ver ele daquele jeito'

E uma entrevista recente, a mulher contou que jamais tinha percebido seu marido tão cansado. Por causa desse esgotamento e dele não tinha tempo para ela. A viúva fez um pedido para que ele mudasse de trabalho, porém o homem não aceitou e eles brigaram. Como já é de costume nas brigas de casais, ela mandou que ele fosse dormir na poltrona de casa. Porém ao amanhecer, ela acordou e foi direto para sala, onde encontrou o marido sem se mexer no sofá. Aterrorizada com aquilo, ela começou a gritar para a filha de apenas 14 anos, que o homem estava morto na sala.

Publicidade

Totalmente sem chão, Ashley saiu de casa e começou a gritar pelas ruas da cidade onde mora. Esse fato foi narrado pela imprensa britânica e acabou deixando muitas pessoas comovidas com a história.

Ashley afirma se sentir culpada, pois foi ela quem 'mandou' o marido para a morte

O matrimônio do casal ocorreu no ano de 2010, e após três anos de #Casamento, a mulher ficou grávida de gêmeos. Ela já tinha tido um fruto de um relacionamento anterior, uma linda menina de 14 anos. Durante a entrevista, ela conta que o marido trabalhava na limpeza de carpetes e tinha condições de dar uma vida de respeito a toda a família. Porém, segundo Ashley, ele tinha uma carga horária de 16 horas diárias de trabalho, e esse foi o motivo da discussão. Ela conta que o grande desejo do marido falecido era de levar todos eles para o parque de diversões da Disney. A viúva conta que essa sensação de dor a consumia todos os dias, e ela se diz culpada por ter tido uma briga com Mikey naquela noite, pouco tempo antes dele vir a falecer.

Publicidade

"Acabei ficando com muita raiva de mim mesmo por ter feito ele ir dormir naquela poltrona. Quando penso naquele dia, acho que fui muito dura com ele, e me dói lembrar que minhas últimas palavras foram de pura raiva", conta ela emocionada.

Porém, a história teve um desfecho que ninguém esperava. Dois meses logo após a morte do ex-marido, a viúva começou a se aproximar do irmão dele. Os dois se sentiram muito próximos e acabaram ficando juntos, e hoje são um casal feliz. O irmão de Mikey inclusive, fez uma tatuagem em homenagem ao irmão que morreu, e hoje diz cuidar de sua família.

O que você achou dessa história? Deixe seu comentário abaixo com sua opinião, ela é muito importante para nós.