De acordo com as estimativas, vivem nos #Estados Unidos atualmente cerca de 11 milhões de pessoas ilegais, trabalhando principalmente nos campos, nas construções e em restaurantes. Ou seja, os imigrantes ilegais acabam fazendo os trabalhos mais básicos, duros e de pouca especialização.

Na cabeça de muitos norte-americanos, imigrantes sem documentos são hispânicos, principalmente mexicanos que foram para os Estados Unidos atravessando a fronteira.

Já aos olhos dos defensores dos imigrantes eles são apenas pessoas vindas de todas as partes do mundo, que aceitam os empregos que os americanos não querem, e buscam uma vida melhor para suas famílias.

Publicidade
Publicidade

E na visão da Casa Branca hoje, eles são criminosos que ameaçam o estilo de vida norte-americano, exploram os recursos e roubam os empregos dos cidadãos legais. Pessoas que devem ser expulsas do país, de acordo com o pensamento de alguns.

O que pode-se fazer no país sendo ilegal?

O que os imigrantes podem fazer varia muito de acordo com o estado onde vivem. Em 2013, ao menos 11 estados, incluindo a Califórnia, aprovaram leis que permitem que os imigrantes ilegais obtenham licenças de motorista, enquanto outros 15 estados americanos ainda deixam os estudantes pagarem as suas mensalidades independentemente do seu status no país.

Na Califórnia, um projeto de lei aprovado pelo Senado ofereceu maiores proteções legais para os imigrantes que encontram-se ilegais, além de limitar a comunicação dos policiais locais com o serviço de #Imigração.

Publicidade

Além disso, 27% dos habitantes da Califórnia não nasceram em solo americano. Outro dado importante é que um em cada 5 green cards fornecidos no país saem para o estado da Califórnia. Embora exista uma diferença de renda entre os americanos e os imigrantes ilegais neste estado, ela é menor do que em outras partes dos Estados Unidos, o que torna a Califórnia o melhor destino para quem está ilegal no país.

Em outros estados a situação é complicada. Em Oklahoma, por exemplo, é crime transportar ou proteger imigrantes não legalizados, o que os impede de obter carteira de motorista ou usufruir de serviços públicos.

Piores estados para ser ilegal

Embora Massachusetts seja um dos melhores lugares do país para norte-americanos viverem, a realidade dos imigrantes ilegais por lá é bem diferente. Hispânicos por exemplo têm duas vezes mais chances de ficarem desempregados do que americanos, e a taxa de desemprego dos latinos é uma das mais altas do país.

E em Connecticut, embora seja um dos estados mais ricos dos Estados Unidos, não se promove a mesma alta renda de seus cidadãos americanos aos imigrantes, principalmente aos ilegais. Famílias hispânicas no estado tem quase a metade do rendimento das famílias brancas nativas.