Os pais querem proteger seus filhos em todos os sentidos e não querem que eles sejam expostos ao perigo. Assim, quando se trata de cuidar, os pais preferem estar sempre prontos para proteger. No entanto, há momentos em que é preciso baixar a guarda, relaxar e deixar seus filhos com um familiar ou amigo confiável. Na maior parte do tempo, as crianças estão seguras com outros familiares ou amigos da família.

No entanto, devemos aceitar a realidade de casos de abuso em que os perpetradores são pessoas próximas da família da criança. Tragicamente, foi o que aconteceu com uma criança no norte de Kansas City, em Clay County, em Missouri, Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

Uma menina de um ano de idade ficou com um amigo da família, que acabou se mostrando um monstro. Os pais da criança pediram o amigo da família, identificado como Jayson Newlun, de 26 anos, para cuidar de sua filha. Tudo parecia normal quando os pais saíram de casa. O caso aconteceu na noite da última quinta-feira (29).

Cinco minutos depois de deixar a residência, a mãe da criança percebeu que tinha esquecido algo. Então, o pai da menina voltou para sua casa. Em suma, eles estavam longe da casa há apenas um pouco mais de 10 minutos. Quando a jovem mãe entrou na casa, ela esperava ver Newlun ainda no sofá com sua filha brincando nas proximidades. Em vez disso, ela percebeu que a porta do quarto da filha estava aberta. O que viu em seguida foi verdadeiramente uma visão horrível.

Homem abusava de criança na ausência dos pais

"A mãe entrou e disse que viu Newlun agredir sexualmente sua filha.

Publicidade

Mais tarde, revelou-se que Newlun tirou uma foto obscena da sua filha antes de tocar nos órgãos genitais da pequena enquanto se masturbava entre as pernas da criança", informou o site KMBC 9 News. A mãe gritou por seu marido, que imediatamente entrou na casa. Ele não perdeu tempo e pariu para cima de Newlun. O relatório ainda diz: "O pai teria atingido Newlun com uma gaveta de aparelhagem e o atingiu várias vezes."

O relatório revelou que a mãe da criança chegou a perguntar o motivo de tudo aquilo. O acusado não soube responder. "Espero que você morra por isso", ela disse. Foi então que ele respondeu: "Eu também."

Newlun foi detido e levado para o Centro de Detenção do Condado de Clay. Ele foi acusado de sodomia estatutária, mas pode responder pelo #Crime em liberdade desde que pague uma fiança de 250 mil dólares. O nome da vítima e sua família não foram divulgados ao público. #Investigação Criminal