Com cerca de quatro milhões de habitantes, Los Angeles, na Califórnia, é a segunda cidade mais populosa dos Estados Unidos, atrás apenas de Nova Iorque, com aproximadamente nove milhões de moradores. Devido ao estrondoso número de seres humanos na ‘Cidade dos Anjos’, não é incomum câmeras de monitoramento captarem cenas inusitadas.

O mais recente exemplo das excentricidades aleatórias observadas no município, foi gravado num bairro nobre, Woodland Hills, na madrugada de 19 de junho. Na ocasião, um ‘homem luminoso’, de terno brilhante e um tipo de capacete com luz, filmado inserindo panfletos religiosos em caixas de correios e nas maçanetas dos carros, despertou a curiosidade dos residentes.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o depoimento da residente Danielle Fairlee, à emissora Fox News Los Angeles, quando acordou e viu o panfleto no seu carro, ficou curiosa para saber quem o havia deixado lá.

Porém, ao verificar à câmera de segurança, instalada depois de vários relatos de roubos no frondoso bairro, ela não pôde acreditar na bizarrice flagrada pelo equipamento: um homem, às 4h30 da madrugada, caminhando de forma rígida, com os pés, o corpo e a cabeça brilhando, disseminando panfletos.

Afinal, quem é o misterioso panfleteiro?

Os milhares de recados distribuídos anonimamente em todas as partes de Los Angeles, continha a seguinte indagação: “Você é bom para ir ao céu?”.

Publicidade

Intrigada com a identidade do enigmático sujeito, a mulher descobriu que as mensagens eram impressas pela empresa Living Waters.

A partir dessa pista, ela foi ao local onde elas eram confeccionadas e conversou com o funcionário responsável pela impressão dos bilhetes.

Segundo a norte-americana, o ‘homem luminoso’ costuma gastar uma boa quantia com os folhetos. “Ray Comfort [trabalha na empresa] me disse, ele imprime mais de 200 milhões de panfletos, talvez mais”, comentou Danielle.

Porém, o nome do sujeito não é conhecido. Conforme o funcionário, os panfletos são entregues num determinado local.

Todavia, ao descrever as características do traje usado pelo indivíduo, o trabalhador forneceu uma evidencia circunstancial do emblemático mensageiro. Lembrou que uma mulher havia dito que o pai dela gostava de entregar panfletos à noite, usando roupas reflexivas.

Entretanto, não soube dizer o nome do sujeito, nem sua aparência física, nem o motivo dele andar com o rosto coberto e uma espécie de lanterna na cabeça. Tudo indica que além de religioso, o homem tem propensão a excentricidades.

Veja o vídeo abaixo, publicado na página da Fox News (Facebook).

#Curiosidades #Viral #EUA