Atos de crueldade contra idosos e crianças são notícias diariamente, em vários meios de comunicações, em todo o planeta. Mas, um ato cruel contra crianças e idosos vem aumentado cada vez mais na Índia, pelo fato da pobreza extrema. Crianças e idosos estão sendo deixados em reservas de tigres para serem atacadas pelos animais. Em troca, seus familiares recebem dinheiro do governo. Segundo relatos, alguns idosos se sacrificam para poder ajudar a própria família a sair da pobreza. Entenda como tundo acontece.

Na Índia, jovens membros de famílias estão enviando seus pais idosos para serem mortos por tigres, com o intuito de receber dinheiro do governo.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações do portal Daily Hunt, no ano de 2010, os valores de cada compensação para os parentes das vítimas mortas em ataques com animais aumentou de 50 mil rupias para 100 mil rupias. Ainda de acordo com informações do portal, os pobres aldeões locais estão se aproveitando dessa política para ganhar dinheiro rápido. Esses atos cruéis não envolvem os idosos, mas também crianças pequenas, que são levadas para uma reserva para serem atacadas pelos tigres, de acordo com os oficiais da Pilibhit Tiger Reserve (PTR), em Uttar Pradesh.

Conforme informações de um fazendeiro identificado como Jarnail Singh, de 60 anos, essa prática é a única maneira de eles escaparem da pobreza extrema. "Já que eles não conseguem obter recursos da floresta, essa é a única maneira pela qual suas famílias podem escapar da pobreza", disse Jarnail.

Publicidade

O caso mais recente envolve uma mulher de 55 anos, que foi atacada por um tigre no sábado (1), e seu corpo também foi encontrado em um campo.

Uma vez que nenhuma compensação seria dada, se o ataque acontecesse na reserva, os membros da família possivelmente deslocaram o corpo da vítima após o ataque e colocaram em uma área no campo. Conforme relatos de imprensa local, sete mortes foram registradas, desde fevereiro deste ano. Segundo esses relatos, após o caso vir à tona, outros habitantes locais admitiram ter cometido o crime. No entanto, eles alegaram que, devido à pobreza extrema, os próprios anciões optaram por sacrificarem-se, para ajudar a família financeiramente.

No entanto, os oficiais de investigação descartaram que ela tenha sido morta no campo, já que suas roupas foram encontradas a 1,5 quilômetro do campo. Além disso, as marcas de pneus deixadas por um trator também sugerem que o corpo provavelmente havia sido deslocado da reserva e despejado no campo. #India #ataque de tigres #indenizações