O dono de um apartamento em Amsterdã, na Holanda, alugado através da plataforma online Airbnb ficou irritado com o atraso de suas inquilinas em deixar o lugar após vencer a estadia no sábado (8) e resolveu expulsá-las aos empurrões. O comportamento nada normal do homem foi filmado por uma das mulheres e serviu de prova para sua prisão e rendeu uma acusação de tentativa de homicídio. Uma das inquilinas, a cineasta Sibahle Nkumbi, foi jogada escada abaixo após discutir com ele e ficou inconsciente por alguns minutos, além de apresentar lesões internas e contusões.

De origem sul-africana, a jovem agredida dividia o apartamento anunciado pela Airbnb.

Publicidade
Publicidade

Segundo o dono do imóvel, elas haviam se atrasado em uma hora o checkout, prejudicando a entrada dos novos inquilinos. Diante da situação, ele resolveu retirar os objetos pessoais do apartamento. Nesse momento, a cineasta pediu calma ao anfitrião, mas ele acabou agarrando-a e empurrando-a contra a parede. Ela tentou se defender agarrando-o, mas foi empurrada escada abaixo.

Veja o vídeo:

As jovens estavam na Holanda para participar da inauguração de uma exposição da ativista e artista sul-africana Zanele Muholi. Elas disseram à #Polícia que o que aconteceu não foi apenas uma simples irritação pelo atraso na saída, mas um ato racista. O vídeo da agressão foi compartilhado nas redes sociais e a maioria dos internautas classificou com uma "violência racista". A Airbnb afirma que condena o ato do anfitrião cadastrado na plataforma e tomará medidas contra a conduta considerada "abominável".

Publicidade

Fatos como esse, acontecem de forma isolada dentro da plataforma Airbnb. A empresa é uma das mais confiáveis em se tratando de hospedagem, tanto que sua pontuação no site Reclame Aqui é considerada ótima com 99.5% das reclamações atendidas e em média 80% delas são solucionadas. Mais de 75% dos internautas voltariam a alugar um apartamento ou casa através da plataforma. A nota média da Airbnb no 'Reclame Aqui' é de 6.84.

A plataforma é uma espécie de "Uber" dos hotéis e se apresenta como uma das alternativas para proprietários de imóveis que buscam ganhar mais com os aluguéis sem a necessidade de um contrato longo. Antes de escolher uma hospedagem, é importante checar o histórico do anfitrião e a avaliação de ex-inquilinos para evitar transtornos.

A preocupação da plataforma com a qualidade dos serviços é tanta que está sempre ouvindo as reclamacões de seus usuários. Em Barcelona, na Espanha, por exemplo, ela se comprometeu a retirar de seu site os anúncios dos apartamentos considerados ilegais pela prefeitura da cidade sempre que receber as notificações. #Viral #Mundo