A rede BBC de Londres e o canal americano de notícias WSAZ relatam um caso que beira o absurdo, mas que realmente aconteceu nos Estados Unidos na última segunda-feira (17). Dois meninos da Virgínia Ocidental, de apenas dois e cinco anos, roubaram o carro da própria mãe para poder fazer uma visita ao avô. O mais impressionante, contudo, é que as crianças conseguiram dirigir o automóvel por 4,8 quilômetros, realizando várias curvas com sucesso, até que perderam o controle de veículo e acabaram caindo em uma vala na estrada Grandview Ridge Road.

A peripécia dos meninos começou enquanto eles estavam brincando no jardim de sua casa, situada no conjunto habitacional Bronco Junction Apartments, até que no início da noite (horário local) as chaves do automóvel foram encontradas em um tapete.

Publicidade
Publicidade

Munidos do objeto, eles ligaram o veículo e tentaram chegar até a fazenda do avô, localizada a cerca de oito quilômetros de distância na cidade de Red House.

Por sorte, segundo a polícia do Condado de Putnam – região administrativa onde o incidente ocorreu –, os irmãos saíram de sua aventura sem qualquer arranhão. As autoridades estão trabalhando com a hipótese de que os dois garotos trabalharam juntos, distribuindo as tarefas de mover os pedais e o volante do carro (um Ford Focus modelo 2005), já que ambos são muito pequenos para alcançar ao mesmo tempo os comandos de velocidade e direção, e, além disso, conseguir ver para onde onde estavam indo.

Mãe das crianças não notou nada

Steve Deweese, xerife do Condado de Putnam, afirmou que os garotos tiveram muita sorte, uma vez que enquanto dirigiam por Grandview Ridge Road não passaram por nenhum outro automóvel – o que, na opinião do oficial, poderia ter feito com que a situação tivesse um fim trágico.

Publicidade

Deweese relatou à WSAZ-TV que a polícia só encontrou a mãe dos meninos quase uma hora depois do incidente, e quando foi informada dos fatos, ela disse que achava que as crianças estavam brincando no pátio da frente de casa, acrescentando que não fazia ideia de que eles haviam desaparecido.

O xerife revelou ainda que seu escritório está trabalhando juntamente com o promotor do condado e os Serviços de Proteção à Criança (Child Protective Services) para determinar se a mãe, que ainda possui a guarda dos garotos, deve ser processada por algum tipo de crime.

Até o momento, a mulher não enfrentou nenhuma acusação, mas Sharlene Wiseman, proprietária do conjunto habitacional Bronco Junction Apartments, disse à sua inquilina que ela já não é mais bem-vinda ali, pois teme que um episódio semelhante possa ocorrer novamente e sua família ou as outras pessoas que moram no local acabem sendo atingidas por um carro desgovernado dirigido por crianças. #Bizarro #EUA #Investigação Criminal