Publicidade
Publicidade
2

Era perto da meia noite, da madrugada desta segunda-feira (10) quando os bombeiros londrinos receberam o chamado para conter as chamas do famoso #Camden Lock Market de #londres, uma atração turística bastante popular no bairro de Camden Town, norte da capital inglesa.

Cerca de 70 bombeiros de diversas partes da cidade foram deslocados para apagar o #Incêndio, que apenas foi controlado perto das 3 da manhã, tendo destruído ao menos três andares e do telhado do prédio histórico que abriga lojas e restaurantes.

Até as primeiras horas da manhã desta segunda, não havia registro de vítimas, mas os espectadores descreveram o incêndio como algo grande que foi "alastrando-se muito rápido", e o medo era de que as fogo chegasse aos restaurantes nas proximidades.

Publicidade

De acordo com a imprensa britânica, o incêndio teria começado em uma loja de guitarras. Mas as autoridades ainda não confirmaram.



A testemunha Joan Ribes, de 24 anos, contou que estava passando pela região quando viu o incêndio. “Foi tudo muito rápido. chamamos a polícia para fechar a rua porque era muito perigoso, o fogo estava voando pelo ar para as áreas ao redor."

Outras testemunhas confirmaram a gravidade das cenas, contando que as chamas estavam se alastrando muito rápido em muitas direções. “As pessoas estavam assistindo, mas estávamos assustadas, o edifício poderia explodir a qualquer momento, pois há restaurantes com cozinhas nas proximidades", Ribes.

Camden Lock Market é uma das atrações turísticas mais conhecidas de Londres, conta com mais de 1 mil lojas e quisoques.

Publicidade

E não é a primeira vez que o local é cenário de incêndio. Em 2008, ficou fechado por meses e, em 2014, teve um incidente onde foi preciso evacurar 600 pessoas. O mercado fica numa antiga zona industrial de Londres, e anualmente recebe cerca de 28 milhões de pessoas.

De acordo com um comunidado das autoridades locais da região de Camden, emitido no dia 23 de junho, mais de 800 apartamentos tiveram que ser desocupados em cinco prédios da região, por conta do revistimento com que foram construídos. O receio é de que algo como o que houve como o edifício Grenfell pudesse ocorrer.

Segundo grande incêndio em menos de um mês

Em 14 de junho deste ano, Londres registrou um dos priores incêndio dos últimos tempos no Edifício Grenfeel, onde o prédio todo foi tomado pelas chamas, deixando 79 pessoas mortas.