Uma #mãe e uma filha, na Índia, revelaram o motivo doloroso pelo qual elas ainda estão vivendo com o homem que as deixou marcadas para a vida, após um horrível ataque de ácido.

Inderjeet Mahour, de 60 anos, atacou sua própria esposa Geeta Mahour, de 40 anos, e suas duas filhas Neetu e Krishna, na altura com três anos e 18 meses de idade, respetivamente.

Após 25 anos, Geeta e Neetu continuam vivendo com Inderjeet e o motivo está comovendo todo o mundo.

O homem atacou as mulheres, enquanto elas dormiam, isso depois de ele já ter avisado a esposa, várias vezes, de que iria arruinar sua cara. A verdade é que ele fez mesmo isso e mais ainda, derramando também o ácido sobre as duas filhinhas.

Publicidade
Publicidade

Geeta, a esposa, sofreu ferimentos horríveis, enquanto Neetu, que agora tem 26 anos, ficou cega. A mais pequena, Krishna, morreu tragicamente depois de contrair uma infecção durante sua passagem pelo hospital, após este ataque com o ácido.

Assim, Geeta e Neetu ficaram com marcas para a vida, enquanto Krishna morreu, após o ataque. Inicialmente, a esposa ainda contou para a polícia, e ele foi preso, mas ela acabou perdoando o marido, preocupada por não conseguir criar seus filhos sozinha. Ela disse que era muito pobre, para conseguir sobreviver sozinha: "depois que eu me recuperei de minhas feridas, eu estava preocupada com a forma como criaria meus filhos sozinha, então, eu decidi perdoá-lo, e eu voltei para ele".

Todos esses anos depois, ela revelou que seu marido fez esse ataque quando estava bêbado e assume que, ainda agora, ele se torna abusivo, sempre que bebe demais.

Publicidade

Durante alguns anos após o ataque, ele ainda "foi legal" com a esposa, segundo ela, mas mais tarde, ele voltou a beber e retornaram suas ameaças. "Mesmo hoje, quando ele fica bêbado, ele ameaça nos matar. Mas nada me incomoda agora. Eu choro todas as noites pela miséria que somos forçadas a viver, mas esta é a nossa vida".

Inderjeet contou que estava bêbado na noite do ataque e que se arrepende muito. "Sempre que vejo Neetu, meu coração chora. Eu pedi desculpa a minha esposa e minha filha. Pedí-lhes que me perdoassem e elas o fizeram. Tivemos a nossa terceira filha, Poonam, depois do ataque e agora, todos vivemos juntos".

Neetu sofreu queimaduras ácidas em seus braços, peito, rosto e o ácido também penetrou em ambos os olhos. Mas ela perdoou seu pai pelo ataque, o que deixa sua mãe enternecida. "Minha filha tem um coração bonito e estou muito orgulhosa dela. Ela aceitou seu pai. Ela nunca o questionou nem a vida que estamos vivendo agora", contou Geeta, que pensa muito no futuro de sua filha, especialmente por sua cegueira, que a deixa mais dependente: "Eu me preocupo com o que acontecerá com ela quando eu for embora. Ela é uma garota forte".

#India #ácido