Karan Cheema, de 13 anos, morreu após um episódio de #alergia, na #Escola, em Londres. O menino sofria de várias alergias e esteve em contato com queijo, um dos #alimentos proibidos para ele. Se desconhecem ainda as circunstâncias desse contato, mas um menino foi detido pela polícia, na sequência dessa morte, que aconteceu 11 dias após o incidente, no hospital. A mãe de Karan, Rina, exige respostas para o que aconteceu com seu filho e pretende ter esclarecido o que fez a escola, na reação a esse episódio grave.

Era por todos conhecido que Karan sofria de alergias grave e que alguns alimentos estavam proibidos em sua alimentação.

Publicidade
Publicidade

Também a escola estava alertada e tinha as medicações do menino, para atuar rápido se algo acontecesse. No entanto, apesar de tudo isso, o pior aconteceu e quando o a mãe foi contatada, o menino já estava em choque anafilático, imobilizado, a ser levado para o hospital.

Como aconteceu o contato com o queijo?

Karan ainda foi transportado para um outro hospital, mas não conseguiria sobreviver. Os médicos encontraram queijo no organismo do menino e são diferentes as versões para o que aconteceu. Algumas testemunhas estão contando sobre o que sabem e a polícia já está investigando. Uma mãe falou que foi uma 'brincadeira', em que as crianças estavam atirando queijo e que um pedaço poderia ter tocado em Karan. Porém, isso não deveria ser suficiente para ele sofrer uma alergia tão grave. Outras fontes falaram que isso foi bullying e que outros meninos forçaram Karan para comer queijo, que empurraram para dentro de sua boca.

Publicidade

Uma outra pessoa falou que meteram queijo no almoço do menino, sem ele saber. De acordo com as suas palavras, outras crianças teriam feito essa 'zombaria', para ver o que acontecia com o menino, de ascendência indiana.

Mãe, desolada, exige respostas

A mãe não entende o que poderia ter acontecido, até porque ela tinha conhecimento que seu filho era bem popular na escola e que todos gostavam dele. Ela também sabia que seu filho jamais comeria queijo intencionalmente. Isso apenas poderia acontecer se ele fosse enganado ou forçado.

Um garoto já foi detido, por suspeita de tentativa de homicídio, mas a polícia ainda não revelou o que realmente aconteceu, durante essa manhã, na escola.

Rina diz que ainda não entendeu nada do que poderia ter acontecido, mas ela diz que estas situações poderiam ser evitadas se as escolas tivesse pessoas melhor preparadas para lidarem com alérgenos, nos casos de emergências. "Quero respostas, quero chegar ao fundo do que aconteceu, eu vou perguntar à escola se ele foi intimidado, mas meu filho era muito popular, ele nunca criou inimigos", disse Rina, em declarações citadas pelo jornal Daily Mail.

Karan vivia com sua mãe e o seu avô, após os pais terem se separado quando ele era bebêzinho, e deixou sua família completamente desesperada com sua perda.

O incidente vai continuar em investigação.