Uma mulher foi presa pelas autoridades do Quênia acusada de decepar o pênis do marido na segunda-feira (17), no distrito de Lari. A acusada foi identificada como Hannah Wanjiru e a vítima, como Andrew Kamau, de 49 anos. Segundo informações da imprensa local, a vítima está sendo tratado no hospital Kijabe e não corre risco de vida. A mulher foi presa em flagrante.

Narrando o acontecido, a vítima relatou que um estranho o chamou pelo telefone, que parecia o aparelho que Hannah Wanjiru havia perdido recentemente. Ela exigiu saber por que ele estava discutindo com um estranho no telefone e parece que não gostou da resposta que recebeu.

Publicidade
Publicidade

Kamau afirmou que eles começaram a lutar até caírem no chão. De acordo com o relatório mencionado pelo jornal local The Star, o filho do casal atingiu seu pai na cabeça com um panga e, nesse momento, a mulher da vítima aproveitou a oportunidade para decepar o pênis do esposo.

Um panga é uma ferramenta africana semelhante a um facão. Segundo informações da polícia, após ter o órgão genital cortado, o homem desmaiou. Quando acordou, estava com muita dor e sangramentos severos. Os vizinhos, conscientes da situação, o levaram para uma clínica local. Mas, como o estado de saúde era bem delicado, ele foi então transferido para um hospital real em Kijabe.

Outro caso semelhante aconteceu nas Filipinas. Na ocasião, uma mulher identificada como LiezelBetitta, de 32 anos, estava convencida de que seu esposo identificado como 'Mark' estava tendo um caso amoroso com a esposa de um amigo, em uma empresa de construção onde trabalhou na cidade de Iloilo.

Publicidade

A mulher irritada, aproveitou que o esposo estava dormindo na casa de um amigo e cortou o pênis do esposo usando uma tesoura. O caso foi registrado no dia 22 de abril por volta das 22h30m. A mulher foi presa em flagrante. "Não me arrependo de cortar o pênis. É o castigo dele por ser mulherengo. Estou pronta para enfrentar as consequências da minha ação”, disse a acusada.

Esposa foi presa depois de cortar o pênis do marido

A polícia foi acionada pelos vizinhos imediatamente. Quando os policiais chegaram ao local informado, a mulher foi presa e encaminhada para a delegacia da cidade. As autoridades locais não informaram se o filho da vítima também foi preso, já que ele também agrediu o pai. De acordo com o relatório mencionado pela unidade médica, o homem atualmente está em condição estável. Uma enfermeira no hospital de Kijabe explicou que seus testículos, uretra, pênis e nervos estavam bastante danificados. A unidade médica, não informou se o paciente recuperará o uso total de seu pênis, testículos e uretra.

Deixe-nos saber o que você pensa. Se isso tivesse acontecido no Brasil, a acusada teria sido presa? Teria sido considerado uma autodefesa, já que ela foi vítima de violência doméstica? Compartilhe seus pensamentos e sentimentos na seção de comentários abaixo. #Crime #Investigação Criminal #Casos de polícia