As relações humanas estão cada vez mais frágeis e quando se trata de relações entre homens e mulheres as coisas podem ficar ainda mais complicadas. A #Violência doméstica e, principalmente, contra as mulheres tem índices elevados em todo o mundo. Diariamente surgem notícias sobre mulheres que sofrem agressões físicas e psicológicas, todo tipo de assédio e abusos sexuais. Infelizmente, uma mulher da Inglaterra passou por uma experiência de deixar qualquer conto de terror no 'bolso'. Ela foi covardemente agredida por seu noivo e enterrada viva.

De acordo com o portal de notícias online R7, uma mulher identificada como Stacey Gwilliam, de 34 anos, foi covardemente agredida até perder os sentidos por seu noivo, identificado como Keith Hughes, fisiculturista, de 39 anos.

Publicidade
Publicidade

Ao perceber que a mulher havia desmaiado, a enterrou viva.

Ciúme doentio

Stacey foi estrangulada por seu noivo, durante uma discussão por causa do ciúme doentio que ele sempre sentiu em relação a sua companheira. O casal estava caminhando próximo a uma floresta quando começaram a discutir e Keith a agrediu. Ela desmaiou e ao retornar, estava enterrada em uma cova, coberta por terra, folhas e entulhos, nas margens do bosque.

Apavorada e com muita dificuldade para conseguir respirar, a britânica lutou por sua vida e conseguiu sair da do buraco onde estava enterrada. A mulher relatou que usou as unhas para cavar, se arrastou pela floresta até ser auxiliada e levada para um hospital da região, onde ficou internada por 26 dias. Meses depois, ela continua tendo dificuldades para falar e andar.

Publicidade

O caso chocou o País de Gales e ganhou as principais matérias dos principais jornais europeus. A discussão que partiu para a agressão e tentativa de homicídio aconteceu na península de Gower, que fica nas proximidades da Baía de Caswell, na região sul do país.

Felizmente, Stacey sobreviveu para contar os horrores que passou nas mãos daquele que um dia lhe prometeu amor e carinho.

TV

O caso chamou tanto a atenção da mídia que Stacey foi convidada para participar no programa de TV Good Morning Britain, onde relatou o pesadelo vivido. Na entrevista, ela confessou que durante a discussão eles se ofenderam mutuamente e que ele ficou totalmente descontrolado.

A mulher contou que quando o noivo começou a esgana-la, ainda tentou lutar contra ele, mas como o homem é muito forte, foi em vão. No momento das agressões, Keith afirmou que se ela não fosse dele, não seria de mais ninguém.

Satacey afirmou que deste que sofreu o ataque tem dificuldades para dormir e sofre com ataques de pânico.

Julgamento de Keith

Em seu julgamento, o homem afirmou que estava arrependido, que perdeu a cabeça e entrou em desespero achando que a noiva estava morta. Por isso que a enterrou. Contudo, seu arrependimento não convenceu a ninguém e o fisiculturista recebeu a pena de prisão perpétua. #Violência #Casos de polícia