A americana Jessica Collins, de 27 anos de idade, conseguiu se livrar de um ataque realizado por um bandido na cidade de Amarillo, no Texas, usando as chaves do seu carro como arma de defesa. Ela postou algumas imagens do incidente em sua página do Facebook, e acabou atraindo a atenção de milhares de internautas.

Collins é mãe de seis crianças, e na sexta-feira (30), por volta das 2h30min, lembrou-se de que havia deixado o carregador de seu telefone celular dentro do carro. Como estava precisando do dispositivo eletrônico, ela decidiu sair do bloco de apartamentos onde vive e ir até o automóvel para pegá-lo, e para se manter segura, colocou em ação uma tática que sua mãe lhe ensinou quando ainda era criança, e que foi aprendida em um documentário de TV que ensinava técnicas de autodefesa feminina: segurar as chaves do carro entre os nós dos dedos, de modo que a parte metálica do objeto se projetasse.

Publicidade
Publicidade

A mulher pegou o carregador de celular e trancou a porta do veículo, mas no momento em que se virou para retornar ao seu lar, um homem a surpreendeu e lhe deu um murro no nariz. Agindo rapidamente, Collins desferiu um soco contra o pescoço do atacante usando a ponta das chaves, o que fez com que o bandido começasse a sangrar e saísse correndo do local.

Tentando salvar vidas

Logo após o incidente, Jessica Collins tirou algumas fotos mostrando seu rosto machucado e as chaves do carro ensanguentadas, e então se dirigiu até uma delegacia de polícia para relatar o #Ataque. Em entrevista à rede de televisão KPRC 2, a mulher afirmou que ficou com muito medo, mas ressaltou que seu primeiro pensamento foi desferir um soco contra o agressor para poder correr até o seu apartamento.

Collins disse ainda que as autoridades lhe informaram que conseguiram coletar amostras de DNA do bandido, mas até o momento ele continua foragido.

Publicidade

No momento em que saía da delegacia, a texana decidiu compartilhar o incidente em sua página do Facebook com o intuito de conscientizar outras mulheres sobre a tática de autodefesa que, segundo ela afirmou, pode salvar vidas. Na postagem, além de descrever o ataque, Collins agradece a todas as pessoas que estão compartilhando as fotos, e chama a atenção para o fato de que muitas mulheres não acreditam que este tipo de agressão pode acontecer com elas "até que seja tarde demais".

Krav Maga

A reação de Jessica Collins à agressão sofrida por ela é comumente abordada em um sistema de combate corpo a corpo desenvolvido em Israel e conhecido como Krav Maga.

Este estilo de luta, centrado na autodefesa, foi criado para ser utilizado em situações de perigo e sobrevivência, e ensina, além de golpes oriundos de várias artes marciais, a utilizar objetos comuns do dia a dia, tais como chaves, anéis e até mesmo canetas como armas de defesa contra possíveis agressores. #Crime #EUA