Ao longo dos anos, os sul-africanos estão convivendo com pastores 'muito estranhos', espalhados por igrejas em todo o país. Já teve #Pastor que usou inseticida em fiéis para curar doenças e até mesmo curar o Câncer e o vírus do HIV. [VIDEO] Também já noticiamos que um pastor sul-africano usou veneno de rato misturado com água benta para mostrar o poder da fé. O último está fazendo algo um pouco menos perigoso para os membros de sua entidade religiosa, mas ainda assim insano.

Segundo informações, um pastor identificado como Paseke Motsoeneng, mais conhecido como o controverso Pastor Mboro, teria publicado no Facebook que foi para o inferno "matar o diabo".

Publicidade
Publicidade

O pastor controverso relata que quando tinha chegado ao inferno, encontrou milhões de pessoas em uma fila esperando para ser atacadas pelo Satanás. Ainda de acordo com o pastor, também havia centenas de políticos corruptos que viviam na terra como santos. O pastor, afirmou que quando o diabo tinha o avistado, 'ficou em pânico' e mandou seus subordinados o matar.em “Fiz como Sansão na Bíblia, eu os derrotei. Satanás foi minha última vítima", disse o pastor. Mas, segundo imprensa local, o pastor é bem conhecido na localidade por contar histórias surreais.

Conforme relatos, na última Páscoa, o pastor afirmou para os seus fiéis que ele "estava tão dominado pelo espírito" que conseguiu ir até ao céu e teria, inclusive, tirado fotos em seu celular. Também disse para os membros da entidade religiosa que poderia levar qualquer um deles para o céu e cobraria 10 mil randis por pessoa.

Publicidade

O pastor diz que é abençoado por "Deus", uma vez o Todo-Poderoso lhe enviou um BMW i8 com um valor de 2 milhões randis. No Brasil, uma BMW i8 custa em torno de 800 mil reais.

Atualização do caso

Após o caso ter tido uma grande repercussão em todo o mundo, o pastor negou as acusações."Tudo isso é uma estratégia por parte de algumas pessoas para desacreditar e incutir dúvidas na fé cristã e em meus seguidores", disse, acrescentando que conhece pessoas por trás das notícias falsas e que essa é uma campanha de difamação contra ele.

"Há pessoas, outros profetas fora do país, que teve seu pessoal responsável por essas campanhas para me difamar. É muito desanimador que tal tipo de comportamento venha de pessoas que também se consideram crentes. Vou processar todos eles", pontuou.

Ele nega que teria dito que foi ao céu e que teria matado o diabo:

"Eu nunca estive no céu nem no inferno e voltei, nenhum homem pode fazer isso. Ninguém pode ir ao céu ou ao inferno quando quiser. Nunca disse isso ou mesmo disse que tenho fotos do céu. Se houver evidências de que eu disse essas coisas e tenha essas imagens, por favor, alguém pode comparecer e mostrar isso. Eu não sou uma pessoa de mídia social e nunca diria tais coisas. Não posso matar o diabo, esse é o trabalho de Jesus, como diz as escrituras."

Por fim, o pastor relata que apesar das calúnias, continuará nas obras do senhor. "Tudo isso é sobre ciúmes." #Viral #Religião