Uma fantasia sexual, também chamada de fantasia erótica, é uma imagem mental ou padrão de pensamento que agita a sexualidade de uma pessoa e pode criar ou aumentar a excitação sexual. Uma fantasia sexual pode ser criada pela imaginação ou memória da pessoa, e pode ser desencadeada de forma autônoma, por estimulação externa ou atração sexual. Um casal que aparentemente nutria essa fantasia sexual, contudo, se deu mal. Eles revolveram se fantasiar de Joker e Harley Quinn, dois personagens do filme 'Esquadrão Suicida' e acabaram sendo baleados pela polícia, no momento em que estavam tendo relações sexuais, por estarem usando uma arma de brinquedo.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações da imprensa local, o casal estava em uma festa de swingers. A polícia tinha recebido várias ligações relatando que um homem de 35 anos estava armado com uma arma dentro de uma sala da boate, por volta das 3h da manhã do último sábado (8 ). O que os frequentadores do local não sabiam era que a arma era de brinquedo e fazia parta da fantasia do casal.

De acordo com Lisa Hardeman, superintendente da polícia de Victoria, a polícia chegou ao local do crime antes que a equipe de Resposta a Incidentes Críticos decidisse o que fazer. Os policiais atiraram no homem na região do tronco e ainda usaram uma arma de choque na vítima.

"Uma série de tiros foram disparados. Uma série de opções policiais foram usadas depois que ele foi baleado", disse a Sra. Hardeman.

Publicidade

De acordo com a polícia, o homem foi levado para uma unidade médica em condição crítica, mas depois foi estabilizado. A jovem foi baleada na perna e também foi levada para um hospital com lesões, mas não corre risco de vida.

A casa noturna acusou a polícia de reação exagerada e disse que apresentou uma queixa formal ao Comissário-chefe da Polícia. Em uma publicação no Facebook, a proprietária do clube, Martha Tsamis, disse que "a casa funciona há 20 anos sem nenhum incidente".

"Os participantes são, geralmente, adultos mais velhos que estão vestidos e se envolvem uns com os outros em fantasias adultas", disse trecho da publicação compartilhada. A proprietária acrescentou que os figurinos e os acessórios dos participantes devem ser mostrados para um segurança antes da entrada. A segurança tomou nota do acessório de brinquedo de plástico, disse a Sra. Tsamis, e a polícia foi informada.

A boate informou que todo o tumulto poderia ter sido evitado se a polícia ouvisse os seguranças e os frequentadores do local. #Curiosidade #Investigação Criminal #Casos de polícia