Os Estados Unidos ficaram marcados na imprensa mundial por conta dos abusos sexuais que professoras cometem contra seus alunos. Por lá, a legislação pode considerar estupro o fato de um professor se relacionar com um menor de idade, especialmente se existir alguma relação de superioridade, como é a entre aluno e professor. Mesmo sabendo da rigidez da lei, a professora [VIDEO]Amana Nasser, de 31 anos, apaixonou-se por um dos seus alunos. O que viria a seguir mudaria sua vida profissional e pessoal para sempre.

Professora transa com aluno em veículo e pode pegar 230 anos de prisão nos Estados Unidos

De acordo com informações do UOL, Amanda levou o aluno, que não teve o nome identificado, para um furgão.

Publicidade
Publicidade

No local, os dois tiveram os prazeres da carne e a professora abusou do estudante. Amanda dava aulas no estado da Virgínia. Ela tinha sempre classes com rapazes grande, já que seus alunos pertencem ao ensino médio. Ela se apaixonou por um dos garotos e os dois tiveram relação atrás do carro. A sequência impressionou a Justiça. Amanda até colocou um colchão atrás do furgão para que os dois se amassem. Ela parecia realmente muito interessada em sua presa.

Professora gata faz fotos dela e do aluno completamente pelados e agora pode 'mofar' na cadeia

A previsão é que Amanda fique até a morte na cadeia. Isso porque as penas contra ela podem chegar a 230 anos de detenção. Por conta de um amor, que durou pouco mais de um semana, Nasser nunca mais voltou ao trabalho e agora vive uma tragédia pessoal.

Publicidade

A professora nem tem muito como negar o que fez. Isso porque, além de transar no furgão com o aluno menor de idade, ela gostava de fazer algumas fotos íntimas com os dois completamente nus. O tribunal olhou as imagens e ficou chocado com o que viu, taxando a conduta da bela professora como completamente inadequada.

'Só transamos quatro vezes', diz professora estupradora que é mãe de três filhos

Amanda é uma mulher divorciada. Ela tem três filhos e está presa desde o final do ano passado, quando passou a aguardar o seu julgamento final. Inicialmente, ela negou ter feito sexo com o menor de idade, mas depois de saber que as fotos íntimas apareceram, ela abriu o jogo e revelou que os dois só se "amaram" por quatro vezes. Não teve jeito. Nasser agora vai ter que esperar até outubro pelo seu julgamento. A pena máxima em crimes como esse é de sete anos. O rapaz estuprado deve dar seu depoimento e dizer como a relação contra ele foi abusiva. #Crime #Investigação Criminal