Internada e sentindo dores dilacerantes, a modelo inglesa vive o seu pior pesadelo. A jovem Resham Khan, 21 anos, foi atacada com ácido nas ruas da cidade de Beckton, na Inglaterra. Mesmo lutando para se recuperar ela lançou uma campanha pedindo que as leis que tratam deste tipo de #Ataque que é crescente naquele país sejam mais rigidas e que as punções sejam mais severas.

De acordo com o portal de notícias online R7, Resham Khan sofreu queimaduras graves e profundas em várias partes do corpo, entre eles, braços, costas, pernas, seios, sendo que o rosto foi uma das partes mais atingidas. Depois do ataque, mesmo debilitada ela criou uma petição online, que já conta com mais de 360 mil assinaturas.

Publicidade
Publicidade

O ataque aconteceu no último dia 21 de junho. Saiba mais.

Planos destruídos

Internada e precisando cuidar da saúde, Resham também está preocupada com a segurança de outras pessoas, para que elas não precisem passar por todo o medo, dor e desespero que ela vem enfrentando. Com a petição além de leis e punições mais rígidas, ela também quer que a venda dos ácidos corrosivos sejam dificultadas.

Resham fez um desabafo sofrido, segundo ela seus sonhos foram despedaçados, e ela precisa conseguir se recuperar e sua maior preocupação no momento é conseguir ter seu rosto reconstituído para poder voltar a trabalhar.

Aumento de ataque com ácido

A jovem falou do aumento dos ataques com ácido na Inglaterra, e este tipo de #Crime é cada vez mais comum, principalmente entre gangues rivais e com pessoas envolvidas com o tráfico de drogas.

Publicidade

Ela relatou que crimes envolvendo corrosivos, como por exemplo, ácido sulfúrico, teve um aumento considerável - passaram de 186 entre os anos de 2014 e 2015, para 397 entre 2016 e 2017.

Resham ressaltou que com a polícia cada vez mais vigilante, criminosos encontram dificuldades para circularem armados com facas ou mesmo com armas de fogo. Já o ácido pode ser levado por qualquer pessoa sem levantar maiores suspeitas, é fácil de ser adquirido e muito barato, o que facilita ainda mais os ataques. Ácidos são as novas armas dos bandidos, é possível comprar substâncias altamente corrosivas, em lojas físicas ou online por uma valor aproximado de R$ 27,00.

No mesmo ataque, que ainda não tem uma motivação clara, um primo de Resham também foi atingido. Jameel Muhkatar, 37 anos, teve graves queimaduras no rosto e pescoço. Segundo a modelo as pessoas que comentem este tipo de crime não tem intenção de matar, mas sim de deixar as vítimas em sofrimento e marcadas pelo resto de suas vidas.

Autor do ataque

No último domingo (9), o autor do ataque identificado como John Tomlin, se apresentou à polícia. Ele foi indiciado por crime de lesão corporal grave e continuará preso até dia 8 de agosto quando irá se apresentar ao tribunal de Snarebrook Crown. #Casos de polícia