Nesta segunda-feira (10), o #Exército dos Estados Unidos emitiu um surpreendente comunicado à imprensa. Nele, autoridades revelaram a prisão de um soldado havaiano, acusado de tentar fornecer documentos militares e treinamentos para o Estado Islâmico (ISIS).

De acordo com informações da emissora NBC News, o militar Ikaika Kang, 34 anos, Sargento (Sgt.) do Exército, havia jurado fidelidade ao grupo terrorista. Embora o relacionamento dele com o ISIS não tenha sido completamente esclarecido, Kang foi preso no sábado (8), pelo FBI.

Locado na região de Schofield Barracks, em Honolulu, Havaí, Kang atuava como operador de controle de tráfego aéreo com a 25ª Divisão de Infantaria no Comando do Pacífico do Exército dos #EUA.

Publicidade
Publicidade

Conforme os militares, o traidor já havia atuado em bases fora do país, como o Afeganistão, Iraque e Coreia do Sul. Além disso, ele era respeitado pelas autoridades, tendo recebido diversas condecorações, inclusive pela luta contra o terrorismo.

“Foi premiado com a Medalha de louvor do Exército, a Medalha de conquista, a medalha do Serviço Humanitário e a Medalha do Serviço da Guerra contra o Terrorismo, entre outros”, ressaltaram os jornalistas Tim Stelloh e Courtney Kube.

Segundo o agente especial do FBI, Paul D. Delacourt, o Exército e a Polícia Federal norte-americana investigavam há mais de um ano a relação do militar com o sanguinário grupo terrorista.

Ele foi preso sob acusação de fornecer apoio material ao Estado Islâmico. “Os recursos do FBI e os recursos de investigação do Exército foram continuamente implantados para garantir a segurança pública durante o curso desta investigação e a eventual detenção de Kang”, salientou o agente do FBI.

Publicidade

O jornal local Hawaii News Now acrescentou que ele foi enviado a um tribunal federal na tarde de segunda-feira. Contudo, devido a recente descoberta, detalhes sobre o envolvimento de Ikaika Kang com o estado Islâmico ainda são escassos.

Todavia, autoridades acreditam que ele agia sozinho. Ao que parece, o ISIS, apesar de derrotado no Iraque, vive nos pensamentos deturpados de indivíduos infelizes, como o sargento Kang e tantos jovens sem expectativas.

Devido a recente descoberta, não há notícias sobre ele ser casado ou ter filhos. Porém, a polícia interditou o apartamento de Kang. Abaixo, confira a foto do cadeado colocado pelo FBI, na porta de entrada do local onde o militar morava.

#Curiosidades