Para muitas pessoas, imaginar-se em uma situação de #traição é algo terrível. E, na maioria das vezes, é impossível prever como será a reação da pessoa traída ao descobrir o que aconteceu.

Na Inglaterra, uma mulher flagrou o seu #namorado aos beijos e abraços com a amante, e sua reação foi bem violenta. Segundo as autoridades informaram à imprensa, o homem sofreu um corte com lâmina em seu rosto, e chegou a levar 18 pontos.

A agressora foi identificada como Joylene Cunningham, de 30 anos, e respondeu na Justiça pela agressão contra o homem, e foi então condenada a cumprir 2 anos e meio de cárcere.

Homem agredido defende mulher perante a Justiça

O mais impressionante, no entanto, é que Sean Harman, a vítima de Joylene Cunningham, depôs a favor da moça no tribunal, e estimulou para que a pena dela fosse reduzida.

Publicidade
Publicidade

Ele alegou que a mulher foi movida por grande raiva quando o encontrou com uma amante, e que como se trata de uma pessoa sem antecedentes criminais, ela não deveria ser penalizada de forma branda.

Joylenne respondeu na Justiça por crime passional, ou seja, de violência doméstica, movida por uma relação amorosa.

Em sua própria defesa, Joylenne afirmou que o corte na face do namorado fora causado por conta de um anel que ela estava usando, e que não havia intenção de machucá-lo de tal forma.

Mas o juiz responsável pelo processo considerou que tudo era uma grande mentira contada pela moça, e que a cicatriz no rosto do homem foi ocasionada de maneira intencional.

Namorado justificou o motivo da traição no Tribunal

O caso de Joylenne Cunnigham e Sean Harman não termina por aí. Apesar de estar no tribunal como vítima, o homem fez questão de explicar o motivo de sua traição.

Publicidade

Ele contou que desconfiava que a sua amada estava mantendo um caso extraconjugal, e, por isso, decidiu devolver a ela com a mesma moeda. No entanto, ele não esperava que a reação da namorada fosse tão impulsiva e violenta quando descobrisse sobre o caso.

É realmente difícil prever a reação de uma pessoa ao flagrar uma traição. Há quem fique em estado de choque, sem conseguir reagir à cena, e há ainda aquelas pessoas que partem para cima do casal traidor com fúria e ódio, o que, muitas vezes, pode resultar em condenação judicial para a pessoa traída.

No Brasil, recentemente, uma amante de 18 anos teve os cabelos e as sobrancelhas raspados, e foi obrigada a caminhar nua pelas ruas de sua cidade como forma de “punição” por manter um caso. A tortura foi realizada pela mulher traída, enquanto o homem cumpria pena na cadeia local. O caso também foi parar na Justiça.

#Relacionamento