Um louco com uma serra elétrica fez um ataque na manhã dessa segunda-feira (24) em uma cidade da Suíça. De acordo com informações do portal de notícias G1, o #Crime aconteceu em Schaffhausen e deixou pelo menos cinco pessoas feridas. Pelo menos duas dessas vítimas estariam em estado grave e correm o risco de morte. Até o momento, o nome do criminoso da serra elétrica não foi identificado. A imprensa internacional confirma o uso do artefato curioso durante a ação na cidade #Suíça, mas a polícia, por enquanto, ainda não dá detalhes sobre tudo o que aconteceu.

Homem com serra elétrica ataca pessoas em Schaffhausen, na Suíça

Por enquanto, o ato não está sendo visto como um ataque terrorista, mas sim uma ação individual.

Publicidade
Publicidade

Ao que se sabe até o momento, o homem que usava a serra invadiu um prédio comercial, ligou a serra elétrica e começou a fazer vítimas. O suspeito já teria sua identidade descoberta pelos agentes da lei, mas a polícia, para não atrapalhar as investigações, ainda não revelou o nome do homem para a imprensa internacional. Agências já trabalham para conseguir essa informação.

Após ataque com serra, homem foge do local do crime

A polícia informou ainda que, após realizar o ataque, o suspeito teria fugido da cena do crime. De acordo com uma das mais respeitadas agências de notícias do planeta, a Reuters, o suspeito teria saído do local utilizando um veículo. Esse carro teria placas da Suíça, o que traz a impressão de que o criminoso seria um suíço e não um estrangeiro.

Cinco pessoas foram atacadas com serra elétrica; duas estão em estado grave

Algumas fotos foram divulgadas por sites oficiais para ajudar na busca.

Publicidade

O homem é muito alto, cerca de 1,90 de altura, careca e apresenta aparência "descuidada". O criminoso teria atingido, segundo dados preliminares, cinco pessoas na sua ação. Duas ficaram muito feridas e correm o risco de falecer.

Polícia Suíça toma medidas de segurança após ataque

A polícia do país europeu, após o ataque, por medidas de segurança, decidiu fechar o centro da cidade, que fica perto de Zurique e também da fronteira com outro importante país da Europa, a Alemanha. De acordo com a imprensa local, um grande contingente policial foi deslocado para a cena do crime, assim como serviços de emergência, para socorrer as vítimas.