Uma reportagem publicada nesta quarta-feira (12), pelo Daily Mail relata que uma criança tinha ido ao médico após sentir muita dor de ouvido. Após uma consulta médica foi descoberto que o menino estava com larvas vivas na orelha. O #Vídeo mostra o momento exato em que o médico tira dezenas de larvas vivas da orelha do garoto. Segundo o portal, o caso foi registrado no Cazaquistão. Segundo informações, várias testemunhas estavam presentes no momento em que o médico realiza o trabalho de remoção das larvas.

Alguns relataram que não estavam acreditando quando o médico começou a remover da orelha do jovem dezenas de larvas vivas.

Publicidade
Publicidade

As imagens mostram com clareza o momento exato em que o profissional cuidadosamente puxou bichos cinzentos um a um com sua pinça e os depositou em um prato cirúrgico. No momento em que o médico terminou, havia dezenas de bichos que se remexiam no recipiente de aço inoxidável. Uma testemunha ocular filmou a operação horripilante, e divulgou as imagens em redes sociais.

Veja o momento exato da remoção das larvas

Acredita-se que cada larva média cerca de um centímetro de comprimento. De acordo com a Aida Abdybekova, vice-diretora do Instituto Veterinário de Pesquisa Científica do Cazaquistão, esse caso não é exclusivo. Segundo ele, há casos que insetos depositam seus ovos ou larvas dentro do canal do ouvido humano, em seguida, entram na pele da vítima e começam a se alimentar da carne da vítima [VIDEO].

Publicidade

A infestação

A infestação é conhecida como mística aural, uma condição comum nos trópicos e subtropicais. Geralmente é visto em crianças menores de 10 anos de idade ou em indivíduos debilitados. As pessoas com mística aural podem experimentar zumbidos na orelha e notar um mau cheio vindo da orelha e pode causar surdez. No Cazaquistão, as pessoas são aconselhadas a manter suas orelhas bem limpas e suas caixas de lixo firmemente fechadas para não atraírem moscas nos quentes meses de verão.

A imprensa local não informou o que aconteceu com o menino, cujo nome e idade não foram relatados, depois que as larvas foram removidas de sua orelha. O caso dividiu opiniões em redes sociais. “Esta é a coisa mais nojenta que eu já vi. Eles poderiam ter comido seu cérebro se não fossem retirados no tempo (sic)”, disse uma internauta identificada como Nequisen Rakhmet.

Outra internauta culpou os pais do garoto dizendo que eles tinham que cuidar mais do filho. “Pobre garoto, as larvas não apareceram dentro do ouvido em um dia, seus pais deveriam ter sido melhor cuidando dele (sic)”, disse a jovem. #Bizarro #Viral