Publicidade
Publicidade

De acordo com uma matéria postada pelo jornal britânico The Sun, na última terça-feira (15), aproximadamente 15 crianças foram diagnosticadas com o #vírus da #raiva, depois de usarem um burro para praticar atos sexuais. Segundo informações mais detalhadas do jornal local, as crianças são moradoras de um pequeno arraial de Sid Kamel, localizado em Marrocos.

Os adolescentes passaram aproximadamente uma semana em estado observação, no centro médico Mecharaa Belksiri, um pronto-socorro da cidade, para poder receber a vacina contra a raiva. Conforme a notícia, os familiares dos adolescentes ficaram constrangidos e abismados depois da notícia desse incidente.

Publicidade

Segundo alguns relatos, vários adolescentes que tinham a mesma idade dos infectados também receberam a vacina por precaução.

De acordo com a imprensa local, o percentual de pessoas infectadas pelo vírus pode ser bem maior do que o constatado. Algumas famílias que ficaram com dúvidas resolveram levar seus filhos para receber tratamento fora da aldeia para evitar qualquer tipo de constrangimentos.

O vírus da raiva, na maioria dos casos, é contraído pelo contato da saliva contaminada. Ainda não houve análise para saber se houve propagação pelo contato sexual. Então, se realmente essas crianças contraíram o vírus após abusarem do animal, a transmissão pode ter acontecido por conta da mordida do burro ou de qualquer outro contato com o pelo do animal, após realizarem os abusos.

Com o objetivo de evitar qualquer alastramento do vírus, o governo está realizando uma companha para vacinar qualquer pessoa que tenha mantido relação com um animal, para garantir que todos sejam vacinados.

Publicidade

O órgão da polícia local determinou ao dono sacrificar o animal para evitar outras contaminações.

Outro caso parecido

No início desse mês, um rapaz morado do Arkansas, nos Estados Unidos, de 49 anos, foi levado para delegacia por ter mantido relações com um animal doméstico da família. De acordo com informações, os moradores da localidade alegaram que o homem acusado abusou dos burros usando algumas cenouras.

A prática do zoofilia, certamente pode resultar no alastramento de zoonoses ou contaminações de animais que podem ser transmitidas às pessoas. As principal é a leptospirose, uma infecção causadora da meningite.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante e nos ajuda a debater temas de relevância para a sociedade.