Publicidade
Publicidade

Uma chinesa, de apenas 15 anos, deu o que falar após ser punida no trabalho. Ela estava trabalhando para tentar ajudar a pagar os custos do tratamento de saúde de seu pai. No entanto, o chefe irritado fez com que a garota fosse punida severamente. Xiao Fei, a menina que virou notícia em todo o mundo, foi obrigada a fazer 100 #agachamentos na frente de seus colegas de trabalho. De acordo com informações da coluna Hora 7, do portal de notícias R7, ela acabou falecendo duas semanas depois à tortura psicológica. Mesmo com o grande espaço de tempo, os pais da menina agora acusam o 'chefe do mal' de ser responsável pela morte dela.

Menina trabalha para pagar tratamento de saúde do país e morre após tortura no serviço

Xiao Fei começou a se sentir mal, após o seu chefe mandar que ela fizesse 100 agachamentos na frente dos colegas.

Publicidade

Xiao havia chegado 30 minutos atrasada ao serviço e, por isso, o chefe dela, que comanda a Qfang, uma empresa que fica no Sudeste da China, decidiu aplicar a #punição inusitada. Apesar de a prática ser condenada e proibida aqui no Brasil, na China, ela é bem comum. A empresa, no entanto, garante que ela não é culpada pela morte da funcionária e que tudo não passou de uma triste coincidência.

Boletim médico diz que morte de chinesa foi por insuficiência respiratória

A garota disse que, após fazer os agachamentos, sentiu muitas dores nas pernas e falta de ar. O pai dela tem uremia, uma doença que compromete o sistema renal, que para de funcionar. Ela então estava se dedicando ao novo emprego e tinha boas expectativas. A jovem trabalhava fazendo assistência contábil e chegou meia hora atrasada no emprego, pois foi com o pai fazer exames médicos.

Publicidade

Foi aí que veio a punição que, para a família, foi a responsável por sua morte. Os médicos apenas confirmam que ela tinha insuficiência respiratória e que o excesso de exercícios poderia comprometer esse mal.

Pai de menina morta após agachamentos diz que exercício forçado e humilhação teriam matado jovem

Segundo o pai da garota, ela foi obrigada pelo gerente a fazer uma série de agachamentos. O homem estava mesmo decidido a fazer a menina passar por uma grande #humilhação pelo seu atraso. "Minha filha não se sentiu bem depois de fazer os exercícios. Precisou tomar um remédio. Também chorou muito, pela humilhação", disse o pai da garota, que acabou falecendo pouco tempo depois por conta disso tudo. Agora a família deve processar a empresa, que nega tudo.